Volta ao mundo sem sair da Liberdade

Volta ao mundo sem sair da Liberdade

Primavera sempre me remete ao florescimento, mas principalmente a plantio de coisas boas!
Nesse primeiro final de semana da estação, te convido para vir a Liberdade e conhecer um pouco a cultura de alguns cantinhos do mundo.

A festa onde Escócia está do lado de Taiwan, Bolívia visita Hungria, Alemanha encanta junto com o Japão e todos podemos ir à Rússia!
E tem motivo mais gostoso para sair de casa do que conhecer um pouco esses (e muitos outros) lugares gastando pouco?

Com o lema “Um sonho de harmonia entre os povos”, a 47ª edição do Festival de Danças Folclóricas Internacionais traz 22 países coexistindo em São Paulo através das colônias pela cidade. São várias gerações e todos os continentes dividindo o mesmo palco.
Fora do auditório tem a central da cultura com barracas gastronômicas dos países, que pode ser conferida nos intervalos, onde reúnem as delícias típicas das comunidades de imigrantes, além de diversos produtos e artesanato que nem sempre são encontrados no comércio de São Paulo. Os preços são variados, a partir de R$ 10.

Esta edição conta com, Alemanha, Armênia, Áustria, Bolívia, Coreia, Croácia, Escócia, Espanha, Grécia, Hungria, Israel, Itália, Japão, Lituânia, Paraguai, Portugal, República Tcheca, Rússia, Síria, Suíça, Taiwan e Ucrânia.

 

Spoiler Alert: A Barraca da Grécia nos dois dias é D I V I N A!

Foto de Capa: Grupo de Danças Folclóricas Alemãs Edelweiss

Serviço

Quando?

22 e 23 de Setembro de 2018

Onde?

Local: Grande Auditório do Bunkyo
Rua São Joaquim, 381 - Liberdade - São Paulo – SP (próx. ao Metrô São Joaquim)
Estacionamento (terceirizado): Rua Galvão Bueno, 540
Informações: (11) 3208-1755 | www.bunkyo.org.br

Quanto Custa?

R$20,00 (Inteira) - R$10,00 (Meia)

Classificação:

LIVRE

Mais Informações:

Realização: Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social
Patrocínio: Fundação Kunito Miyasaka

Sobre o autor

Escrevo mesmo sem saber dos acentos. Danço, mas perco o ritmo fácil. Gosto das fotos desfocadas, parece que de algum jeito doido combina com a zona da minha cabeça.

Comentários