I Love the 90’s: a balada pra quem ama a Dance Music dos anos 90

I Love the 90’s: a balada pra quem ama a Dance Music dos anos 90

Essa é pra quem gosta de dançar ao som dos anos 90 e muita música boa: com produção da Top Link Music, a balada I Love the 90’s, que reúne os artistas C+C Music Factory, Snap e Black Box, acontece na Audio (Av. Francisco Matarazzo, 694 – Barra Funda), em São Paulo, no dia 24 de novembro (sábado). A produção confirmou recentemente a presença de DJ Cadico, um dos mais renomados DJs do Brasil. O evento é um dos maiores de dance music de SP e promete reunir mais de 3 mil pessoas ao som de grandes hits.

Profissional credenciado na área de sonoplastia, DJ Cadico trabalhou em várias rádios (AM/FM) e foi DJ de diversas casas noturnas de São Paulo. Como a maioria dos DJs, começou nos famosos bailinhos de Quintal em 1976, chegando a ter um público fixo de 3 mil pessoas e, aos 16 anos de idade, foi chamado para comandar a cabine de som do Dancin’ Days, na Zona Norte.

Quase 30 anos após lançar o primeiro trabalho, o sucesso de C+C Music Factory, “Gonna Make You Sweat (Everybody Dance Now)”, ainda parece tão novo quanto antes. O single cinco vezes platina, que alcançou o número 1 nos EUA e em toda a Europa e o número 3 no Reino Unido, foi seguido por “Here We Go (Let’s Rock & Roll)”, que alcançou a 3ª posição.

O C+C ganhou cinco prêmios Billboard, cinco AMAs e dois MTV Music Video Awards, e está listado como o 44º grupo de dança de maior sucesso da Billboard Magazine. Fundada pelos produtores David Cole e Robert Clivilles, a C + C Music Factory é um coletivo de músicos e vocalistas, incluindo colaboradores como Zelma Davis, Martha Walsh e Freedom Williams, vocalista do Gonna Make You Sweat.

Famosos por seu trabalho com o Snap, os produtores Luca Anzilotti e Michael Münzing escreveram mais de um capítulo na história da dance music. O megahit internacional “The Power” não é apenas uma das faixas de dança mais tocadas do mundo, mas também a que lançou o Snap! quinze anos atrás, tomando o mundo pela tempestade e transformando Anzilotti e Münzing em uma das equipes de maior sucesso da Europa.

O álbum de estreia do Snap, “World Power” (1990), vendeu mais de sete milhões de cópias e é um dos álbuns mais bem sucedidos de todos os tempos. Ele mostra não apenas “The Power”, mas outros sucessos mundiais, como “Ooops Up”, “Cult of Snap” e “Mary Had a Little Boy”, todos cantados e co-escritos por Penny Ford. Outro de seus sucessos, “Rhythm Is A Dancer”, foi o single mais vendido de 1992 na Alemanha e no Reino Unido, ocupando o primeiro lugar na Alemanha por mais de dez semanas e listando nos EUA Billboard Charts por 39 semanas consecutivas.

O Black Box é formado por três músicos italianos, conhecidos como Groove Groove Melody, que foi foi estabelecido como um dos principais grupos de produção de dance music italiana, lançando mais de uma dúzia de singles em seu país. Entre essas produções, a indústria da música britânica viu “Ride On Time”. Eles se tornaram a primeira de uma série a passar para as paradas do Reino Unido, permanecendo no número 1 por seis semanas em 1989 e conquistando o status de melhor recordista daquele ano.

Como Black Box, em 1990, eles lançaram o álbum “Dreamland”, que chegou nas paradas dos EUA e Reino Unido, bem como no resto do mundo, e contou com vários singles de sucesso. Em 1995, um álbum subsequente chamado “Positive Vibrations” foi lançado, incluindo o cantor americano Charvoni, com cinco singles.

Os ingressos para a I Love the 90’s estão à venda pelo site da Ticket360. A festa tem classificação etária de 18 anos e tem início previsto para as 22h do dia 24/11.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. Ótima companhia pra uma cerveja gelada. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários