HAMBURGUERIA EM PERDIZES SE DESTACA POR SINGULARIDADE

HAMBURGUERIA EM PERDIZES SE DESTACA POR SINGULARIDADE

Família Burger é uma novidade do seguimento na região.

Bar do piso superior do Família Burguer.
Foto: Divulgação

Com um conceito de burguers de bairro e apostas em sanduíches artesanais e mais saudáveis, a hamburgueria Família Burger vem conquistando moradores e frequentadores do bairro de Perdizes, zona oeste. O restaurante oferece opções de pratos preparados cuidadosamente sem gordura, com poucos condimentos e ingredientes criativos, como o exótico hambúrguer servido no pão sírio ou o digestivo, servido com abacaxi.

Segundo Beto Isaac, proprietário do Família Burger, o sucesso do local se deve a carência da região por estabelecimentos nesse seguimento: “A Família Burger é uma das únicas hamburguerias da região oeste, já que a maior concentração dessas casas se encontra na zona sul (Itaim, Ibirapuera, Moema, etc) por conta do advento das lanchonetes nas décadas de 70 e 80.”

Golf Burguer
Foto: Divulgação

Em relação ao cardápio, a hamburgueria busca agradar a todos os gostos, do clássico ao inovador, o local oferece opções como o X-burguer tradicional, com pão, carne e queijo, (R$18,30), hambúrgueres de fraldinha ou picanha (R$36,90), omelete de queijo (R$24,95) ou queijo e presunto (R$27,10), além das opões de pratos feitos compostos por filé de frango, filé mignon e hambúrguer (de picanha ou de  fraldinha) grelhado com legumes (R$39,90) ou a opção com filé de salmão, arroz, fritas, alface e tomate, (R$39,90).

O espaço tem capacidade para 79 lugares e é dividido em dois ambientes, onde no piso térreo o público se depara com uma decoração mais simples e contemporânea e no piso superior a decoração é mais intimista e detalhada.

Serviço

Onde?

Rua Monte Alegre, 681 – Perdizes

Tel: (11) 3672-8989

Horário de funcionamento:
Segunda a domingo – 11h às 00h

Sábado das 11h às 01h.

Sobre o autor

Olá, Eu sou Bruno Machado, sou estudante de jornalismo, tenho 20 anos e sobrevivo em São Paulo desde quando nasci. Minha relação com essa cidade é um clássico romance clichê, nos odiamos pelas manhãs, nos amamos ao decorrer do dia e me apaixono por suas noites. Em meio a essa selva-jardim de concreto, vou descobrindo cada dia locais que todo morador, turista e demais sobreviventes dessa cidade merece visitar. No final das contas, Caetano tinha razão, "Alguma coisa acontece no meu coração, que só quando cruza a Ipiranga com Avenida São João".

Comentários