Até R$20 – 10 peças de teatro para assistir em Janeiro em SP

O mês de janeiro promete muito no quesito cênico em São Paulo. Musicais, monólogos, comédia, drama, entre outros estilos preenchem os palcos da capital paulista com grandes atrações, direções, cenários, atuações e equipes técnicas.

Pensando nisso, o Sobreviva em São Paulo montou uma lista com 10 espetáculos para você assistir em Janeiro por até R$20. Vem conferir!

 

CAFÉ –  (R$3 a R$10) 

Romance –  Centro Cultural São Paulo – 15/1 a 27/2

Dois jovens se conhecem em uma cafeteria da avenida central e vivenciam uma trajetória amorosa permeada por um único assunto: café. O espetáculo aborda os personagens em diferentes momentos do amor, os jovens Gabriel Galante e Weslley Nascimento realizam conversas e analogias sobre “café” e dessa forma conseguem expressar seus sentimentos e retratar um romance projetado para o futuro e perdido no tempo.

Direção: Bruna Vilaça                                                                                                                                                                                               

Horário: terças e quartas, às 20h

Ingressos: R$3,00 (somente no dia 30/1) – na bilheteria do CCSP. R$10,00 – a venda estará disponível na bilheteria em seu horário de funcionamento (terça a sábado, das 13h às 21h30, e domingos, das 13h às 20h30), e no site Ingresso Rápido a partir de 30 dias antes do evento (mesmo no caso de temporadas longas)

Endereço: Centro Cultural São Paulo – Sala Adoniran Barbosa – Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso (Acesso pela saída do metrô Vergueiro – Linha 1 azul)

 

CARMEN – A GRANDE PEQUENA NOTÁVEL – (R$10 – R$20)

Musical – Centro Cultural Banco do Brasil SP (CCBB) – Até 26 de Janeiro

Há exatos 90 anos Carmen Miranda (1909-1955) cantava pela primeira vez na rádio carioca Roquete Pinto. Portuguesa radicada no Brasil, a cantora estava prestes a se tornar um dos maiores símbolos da cultura brasileira para todo o mundo. Em comemoração a esta data, Carmen, a Grande Pequena Notável, fica em cartaz até 26 de janeiro de 2019. O musical é inspirado no livro homônimo de Heloísa Seixas e Julia Romeu, que venceu o Prêmio FNLIJ de Melhor Livro de Não Ficção em 2015.

Direção: Kleber Montanheiro

Elenco: Amanda Acosta, Daniela Cury, Luciana Ramanzini, Maria Bia, Samuel de Assis e Fabiano Augusto.

Temporada: Até 26 de janeiro de 2019. Sábados às 11h. Apresentações extras nos dias 12/10, 2/11, 15/11 e 25/1

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) 

Classificação: livre. Recomendado para crianças a partir de 5 anos

Contato: (11) 3113-3651 | (11) 3113-3652

Endereço: Centro Cultural Banco do Brasil SP (CCBB) – Rua Álvares Penteado, 112, Centro – Acesso pela estação São Bento do metrô – Linha Azul

* Estacionamento conveniado: Estapar Estacionamentos – Rua Santo Amaro,272 – Centro, com custo de R$15 pelo período de 5 horas. É necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB.Traslado gratuito: uma van faz o transporte gratuito entre o estacionamento e o CCBB, com parada na estação República do Metrô no trajeto de volta.

 

MUSICAL A BELA E A FERA – (R$ 15 pela promoção Ingresso Rápido e clientes NET)

Musical – Theatro NET – 11/01 a 27/01

 

O musical leva para os palcos 50 integrantes, entre atores, bailarinos, cantores e músicos de orquestra, além de 200 figurinos, cenários grandiosos e projeções em vídeo mapping 3D, com tecnologia para interagir personagens e cenário. O conto de fadas, escrito pelos Irmãos Grimm (Jacob e Wilhelm) em 1812, fala sobre a história de amor entre a jovem (Bela) e um príncipe que foi enfeitiçado e transformado em Fera. Bela vive em um vilarejo francês com seu pai, que é capturado e aprisionado pela Fera em seu castelo. A jovem consegue localizá-lo e se oferece para ficar no lugar dele. Sua bondade a faz enxergar o lado humano da Fera, por quem se apaixona perdidamente, quebrando o feitiço.Dividida em dois atos, a apresentação tem uma hora e meia de duração.

Ingressos: Clientes NET têm 50% de desconto na compra de até quatro ingressos. 

Meia-Entrada: Estudantes, Idosos com 60 anos ou mais, Jovens pertencentes a Família de Baixa Renda, Pessoas com Deficiência, Professores e Profissionais da Rede Pública Municipal de Ensino.

Dias e Horários: sexta 20h, sábado 19h e Domingo 17h. 

Endereço: Theatro NET – Rua Olimpíadas, 360, Piso Térreo – Shopping Vila Olímpia – Itaim Bibi.

 

NEIDE BOA SORTE – MANUAL DE SOBREVIVÊNCIA DE UMA CINQUENTONA ATREVIDA – (R$20) 

Comédia – Terraço Itália – 19/01 a 26/01

Caracterizada pelo ator Eduardo Martini a irreverente e desbocada senhora volta aos palcos paulistanos com seus conselhos hilários e suas críticas afiadas que não poupam ninguém. Abordando temas atuais e divertidos, Neide Boa Sorte brinca com o público com sua sinceridade feminina, falando de maneira prática de como mulheres de 50 anos podem dar a volta por cima com elegância, irreverência e muito bom humor. Amadrinhada pela saudosa Hebe Camargo, a personagem Neide Boa Sorte surgiu após uma brincadeira do ator com a apresentadora.

Direção: Eduardo Martini

Horário: sábados às 18 horas.

Temporada de 19 e 26/01 e 02 a 09/02. Sábados, às 18h

Duração: 90 minutos

Classificação: 12 anos

Ingressos: R$ 20,00 (“lista amiga” – basta mandar nome completo, RG e e-mail por inbox em https://www.facebook.com/eduardo.martini.ator/)

Endereço: Terraço Itália – Av. Ipiranga, 344 – República ( Acesso pela estação República – Linha Vermelha) 

 

BEIJAMIN – (R$20 – Mediante entrega de 1kg de ração na bilheteria)

Drama – Espaço Cênico – De 16/01 a 28/01

Durante um ataque terrorista em sua lua de mel em Istambul, Berta foi traída pelo seu marido e está à beira do suicídio. A chegada inesperada de Benjamin, um vira-lata, tira Berta do fundo do poço. Mas esta ligação se rompe com a volta de Noah, seu ex-marido.A relação do artista armênio Arthur Haroyan com seu cachorro, Raffi, morto em agosto de 2018, inspirou o espetáculo que estreia dia 16 de janeiro, quarta-feira, às 21h, no Viga Espaço Cênico. Ao final de cada sessão, um cachorro assistido por uma ONG de proteção aos animais estará disponível para adoção, respeitando todas práticas previstas neste tipo de processo. Com a chegada de Benjamin, o público passa a assistir a visão que Berta projeta sobre o animal. Nele, Berta vê um ser humano ideal, que é cuidadoso, otimista, poético, respeitoso e companheiro, tornando-se assim uma metáfora que ilustra sentimentos verdadeiros e o amor genuíno, muito presentes no comportamento dos cachorros.

Grupo: Arca

Dramaturgia, direção e cenário: Arthur Haroyan.

Duração: 80 minutos. 

Classificação Indicativa: 14 anos.

Ingressos; Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Além de estudantes e idosos, têm direito à meia-entrada quem doar 1 kg de ração diretamente na bilheteria. Quem doar 2 kg terá direito a entrada franca. Brinquedos e demais acessórios para gatos e cachorros também serão aceitos para doação enquanto a peça estiver em cartaz. Vendas onlinehttps://www.sympla.com.br/espetaculo-benjamin__428640

Endereço: Viga Espaço Cênico (R. Capote Valente, 1323 – Pinheiros)

 

ANTI-COMICS – DESCONSTRUINDO OS SUPER- HERÓIS – R$10 a R$20) 

Comédia – Teatro Commune – 12/01 a 27/01

A paródia narra a vida dos super-heróis Batman, Robin, Super-Homem e Mulher Maravilha, que já estão idosos e enfrentam os mesmos desafios e dilemas que as pessoas comuns. Os heróis  Batman e Robin se reencontram velhos e sem glamour. Robin aparece disfarçado de Homem-Aranha, fantasia que usa em um show de strip-tease. Já Batman revela seu passado: as experiências com substâncias que deram origem ao homem-morcego, a criação da Bat Caverna, o casamento com a Batgirl e a confissão de um crime – para espanto do garoto prodígio. Além disso, Mulher Maravilha, após ser presa, fala de sua vida sentimental fracassada e revela que decidiu se prostituir porque queria ser amada como uma mulher de verdade e não aguentava mais ser apenas um símbolo sexual, perfeita e intocável. A montagem é composta pelos textos”O Evangelho Segundo o Super-Homem”, “A Vida Sexual dos Morcegos” e “A Festa do Pijama”, todos da premiada escritora argentina Sonia Daniel.

Direção: Augusto Marin e Sérgio Osses

Temporada: 12 a 27 de janeiro, aos sábados, às 21h; e aos domingos, às 20h

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

Informações: (11) 3476-0792

Classificação: a partir de 12 anos

Duração: 60 minutos

Capacidade: 99 lugares

commune.com.br/

facebook.com/teatrocommunesp

Endereço: Rua da Consolação, 1218 (ao lado do metrô Higienópolis – Mackenzie – Linha 4 – Amarela)

 

PORTARI(A) SILENCIO- (R$6 a R$20) 

Monólogo – Sesc Vila Mariana – 11/1 a 16/02

Espetáculo teatral construído a partir das experiências de migração de nove porteiros nordestinos radicados em São Paulo. Um guardião de portas, ser invisível na condição de trabalhador da solidão e da espera. Aquele que observa o tempo, nas entradas e saídas das jornadas diárias de outros tantos Ulisses (nome do personagem) que retornam para casa, exaustos, ao fim do dia, para o merecido descanso. A peça se volta para o espaço da cidade e do seu organismo vivo de migrações diárias.

Direção: João Junior

Duração: 60 minutos

Recomendação: 14 anos

Capacidade: 128 lugares 

Ingressos: Limitados a 4 ingressos por pessoa. 

Local: Auditório Sesc Vila Mariana – Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana – São Paulo

 

E O QUE FIZEMOS FOI FICAR LÁ OU ALGO ASSIM – ( R$ GRAÇA) 

Comédia – Oficina Oswald de Andrade – 24/01 a 16/02

Realizado pela Cia de Teatro Acidental o que parece ser apenas uma simples reunião de condomínio entre vizinhos toma uma proporção não esperada pelo público quando os personagens descobrem estar dentro de um filme de zumbis. No primeiro ato, o grupo faz uso de relatos de moradores dos subúrbios franceses colhidos no livro A miséria do mundo, coordenado pelo sociólogo Pierre Bourdieu e trechos de roteiros de filmes do recém-falecido diretor George Romero, famoso por filmes de zumbis em sua trajetória cinéfila. O espetáculo estreia no próximo dia 24 de janeiro, quinta-feira, às 20 horas, na Oficina Cultural Oswald de Andrade.

Grupo: Cia de Teatro Acidental

Direção é assinada pelo elenco: Cauê Gouveia, Chico Lima, Mariana Dias, Mariana Otero e Mariana Zink. 

Temporada – Até 16 de fevereiro. Quintas e sextas, às 20 horas e sábados, às 18h30. 

Ingressos – Grátis (retirada uma hora antes da apresentação). 

Endereço: Oficina Oswald de Andrade – Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro. 

Contato:11 3222-2662

 

MARTA ROSA E JOÃO –  (R$7,50 – R$25) 

Drama – Sesc Pinheiros – 17/01 a 23/02

Rosa descobre em uma consulta de tarô que está grávida e decide ir ao encontro de sua mãe em outra cidade. Marta está há tempos sem conseguir sair de casa e se relacionar com o mundo. Isolada, ela mantém contato apenas com João, um passeador de cães que frequenta a casa todos os dias. A convivência das duas mulheres, forçada pela visita inesperada de Rosa, traz à tona decisões e enfrentamentos inevitáveis para as personagens. Marta, uma jornalista de sucesso, precisa ter coragem de retomar sua vida profissional interrompida por uma crise de pânico. Rosa, por sua vez, precisa entender seus sentimentos acerca da maternidade e decidir sobre seu futuro.

Direção – Malu Galli

Elenco – Manoela Aliperti, Malu Galli, Rodrigo Scarpelli. Katia Naiane

Duração: 60 minutos.

Recomendação etária: 14 anos. 

Venda limitada a 4 ingressos por pessoa.  Não é permitida a entrada após o início do espetáculo.

Local: Auditório (3º andar) – Sesc Pinheiros – R. Pais Leme, 195 – Pinheiros (Acesso pelo metrô Pinheiros – Linha 4 Amarela)

 

A FEIRA DE CHICO, GONZAGA E JACKSON – R$ GRAÇA 

Musicalizada – Sesc Bom Retiro

O espetáculo se baseia em músicas dos cantores Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro. As histórias que Gonzaga deixou gravadas compõem as cenas, que misturam obras dos três artistas faz encenações inspiradas nas diferentes regiões do Brasil. A peça busca por um teatro popular, a conversa com um público novo, pessoas que não possuem o hábito de ir ao teatro ou estão indo pela primeira vez, busca também despertar o imaginário e as recordações do sertão nordestino, que acaba por ser a base em um trabalho que investiga o modo de vida do homem e da mulher comum do Brasil.Os atores interagem diretamente com o público de uma forma dinâmica e divertida, interpretando pessoas comuns que trabalham nas feiras do Nordeste. A peça conta com muita música, culinária, dança e objetos típicos nordestinos.

Duração: 60 minutos.

Endereço: Praça de Convivência – Sesc Bom Retiro – Alameda Nothmann, 185 – Campos Elíseos

Sobre o autor

Jornalista pela PUC-SP e autor do documentário "Pegadas da Lama", escreve sobre Cultura e Cidades. Apaixonado pelas lentes da fotografia e dos documentários, gosta de observar as pessoas, as relações, os prédios e as janelas. Sagitariano inquieto, está sempre indo e vindo por São Paulo em uma relação complexa para poucos caracteres.

Comentários