Exposição Hebe Eterna começa hoje no Farol Santander

Exposição Hebe Eterna começa hoje no Farol Santander

Público poderá simular uma entrevista no Sofá da Hebe e também uma foto com o famoso selinho da apresentadora

A partir de hoje até 2 de junho, o Farol Santander recebe a exposição “Hebe Eterna” em homenagem à cantora, atriz e apresentadora da TV brasileira Hebe Camargo (1929 – 2012). Em uma exposição interativa, o público poderá simular uma entrevista no Sofá da Hebe e também uma foto com o famoso selinho da apresentadora.

Com mais de 11 ambientes em uma área expositiva de 400m² distribuídos nos 19º e  20º andar do prédio histórico, o público pode conferir a vida pessoal e profissional da intitulada “Rainha da Televisão Brasileira“. Na entrada da exposição uma cronologia para entender quem foi Hebe Camargo. O ambiente mostra toda a sua trajetória profissional como cantora, apresentadora de programas de rádio e sua consolidação na TV, participando na expansão da telecomunicação brasileira e, mais ainda, da criação de uma linguagem para esse novo meio.

A cenografia foi baseada nas cores favoritas da artista – dourado, branco e vermelho – dividida em 11 ambientes que levarão o público ao acervo pessoal com vestidos, fotos e vídeos raros, além de suas curiosidades e intimidades. Já no 19º andar, e a primeira ala apresentada é o Eu Vendo TVs. Ao todo, são nove aparelhos televisivos, desde os fabricados nos anos 1950 até os mais recentes, apresentando imagens, algumas raras, da apresentadora em emissoras pelas quais passou, como a TV Tupi, Record, Bandeirantes, SBT e RedeTV

No ambiente seguinte, o espectador entra em uma nova sala de espera, Hebe em Canto. A apresentadora tinha uma paixão assumida pela música e pelo cantar. Nesse espaço, haverá assentos para que os visitantes possam apreciar uma colagem de 10 minutos, com vídeos de músicas cantadas por Hebe, projetados sobre seu piano de cauda, mostrando a relação que mantinha com a música. Ela cantou em boates, gravou LPs e chegou a ser conhecida como a “moreninha do samba” – até que sua alegria e desenvoltura a levaram, definitivamente, para a apresentação de programas na TV.

No Camarim, com uma experiência interativa, três cadeiras estarão à disposição para o público, em frente a um espelho iluminado. No reflexo, o visitante enxergará, projetados sobre si, cabeleireiros e maquiadores de Hebe Camargo, que dialogam como se estivessem cuidando dela em tempo real, no melhor estilo “conversa de salão”, relembrando e revelando histórias, algumas inéditas, sobre a apresentadora.

Numa próxima antessala, serão distribuídas senhas para uma experiência individual que é o Encontro com Hebe. O visitante sentará em um sofá, de frente para um espelho, e será entrevistado pela própria madrinha da televisão, graças ao uso de uma técnica avançada de holografia. A conversa será surrealista e divertida, com diversas interrupções da apresentadora, com suas perguntas sempre diretas.

O público pode usufruir e levar para casa o jornal Hebenews – com todas as páginas dedicadas integralmente a matérias sobre a comunicadora, de diversas épocas. A exposição continua para a ala À Mesa, no local, terá uma mesa com um lugar que seria o de Hebe em uma das pontas e, na outra, haverá uma televisão com imagens reais de seus fãs. Um encontro inusitado entre o mundo real e o virtual. Entre a casa da apresentadora e a de suas fãs. O cardápio apresenta os seus pratos preferidos. As paredes ao redor desse ambiente apresentam 96 fotos suas com grandes amigos e personalidades próximas.

O público poderá entrar em uma das três cabines do local para tirar uma simples foto que será enviada em tempo real para o e-mail e celular. Ao visualizar a imagem, acontece a grande surpresa: uma foto sua recebendo o famoso selinho da Hebe, sua marca registrada.

Para Marcello Dantas, curador da mostra, “Hebe prezava pela tolerância, pela inclusão, pelo diálogo e, acima de tudo, pela empatia. Carinhosa, distribuía “selinhos” a pessoas de todas as raças e orientações sexuais. Inclusiva, era capaz de traduzir problemas contemporâneos para que fossem compreendidos por todos, e num momento em que o Brasil se vê partido ao meio entre visões díspares de mundo, fica evidente a falta que uma pessoa como ela faz em nossa sociedade atual. Hebe era um antídoto para a incompreensão e a fórmula para o entendimento”.

O Farol Santander, inaugurado no dia 25 de janeiro de 2018, é um centro de empreendedorismo, cultura e lazer. Com 1 ano de vida, um dos principais pontos turísticos de São Paulo já recebeu mais de 300 mil visitantes e 5 exposições de arte, além de sua programação regular. A exposição fica aberta até dia 2 de junho e os ingressos custam R$20 com direito a visitação completa ao Farol Santander, podendo ser adquiridos pelo site ou  bilheteria física no local.

Serviço

Quando?

de 19 de fevereiro a 2 de junho

Onde?

Rua João Brícola, 24 – Centro (estação São Bento – linha 1, azul do metrô)

Quanto Custa?

R$20

Sobre o autor

Jornalista pela PUC-SP e autor do documentário "Pegadas da Lama", escreve sobre Cultura e Cidades. Apaixonado pelas lentes da fotografia e dos documentários, gosta de observar as pessoas, as relações, os prédios e as janelas. Sagitariano inquieto, está sempre indo e vindo por São Paulo em uma relação complexa para poucos caracteres.

Comentários