2º episódio da 2ª temporada da série documental Buscando Buskers vai ao ar hoje

2º episódio da 2ª temporada da série documental Buscando Buskers vai ao ar hoje

A série documental mostra a vida e o cotidiano de músicos de rua que atuam em São Paulo

Na última terça-feira (19/03), estreou no Canal Music Box Brazil a segunda temporada da série documental brasileira Buscando Buskers . O primeiro episódio apresentou o trabalho do cantor e compositor Elzo Henschell , que apresenta nas ruas da capital paulista canções autorais que tratam de temas como racismo e desigualdade social, além de situações de seu cotidiano.

Hoje (26/03), no 2º episódio desta temporada, às 22h, a série semanal traz o trabalho da cantora, compositora e instrumentista Jáli Kiárit (nome artístico de Jalizete Ferrari). Além de composições próprias, Jáli interpreta versões musicadas de poesias de Davi Kinski, com quem compõe há anos. O episódio será reprisado amanhã (27/03), às 10h, e no domingo (31/03), às 14h30, no mesmo canal.

Dirigida por Edu e Gab Felistoque, Buscando Buskers mostra a vida de músicos, compositores e cantores que apresentam trabalhos autorais nas ruas e praças de São Paulo, ou seja, mostra a vida de artistas da música que possuem um trabalho autoral de qualidade e, por vontade própria, apresentam-se livremente nas ruas e praças da cidade, ganhando seus “cachês” através de doações espontâneas dos transeuntes, além de poderem obter respostas instantâneas da recepção do público. As letras e composições desses artistas retratam, muitas vezes, angústias, alegrias, opiniões e pensamentos sobre o mundo contemporâneo. Os buskers (do inglês “músicos/artistas de rua”) produzem ao vivo a verdadeira trilha sonora das cidades.

A série também colabora para acabar com o preconceito em relação aos artistas de rua. “Muita gente imagina que, quando você está passando nas ruas de São Paulo, uma cidade indelicada para caramba, ninguém tem tempo para parar. Mas se tem uma música boa tocando na rua, as pessoas param sim para ouvir! (…) Ninguém está pedindo nada, eles estão tocando e, assim, doando suas músicas “, diz o diretor Edu Felistoque.

A segunda temporada da série é composta por sete episódios de 26 minutos cada um, sendo que o primeiro já foi ao ar na terça-feira passada. A classificação indicativa da série é livre para todas as idades.

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis alterações nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. Ótima companhia pra uma cerveja gelada. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários