Neste fim de semana tem “Comida de Herança” no Museu da Imigração

Neste fim de semana tem “Comida de Herança” no Museu da Imigração

O Brasil é um caldeirão de culturas herdadas dos imigrantes que vieram – e continuam a vir – pra cá. A culinária brasileira é rica não só nos sabores, mas também nas histórias. Para reunir as receitas dos filhos e netos de tantas pessoas que se tornaram pequenos produtores, o Museu da Imigração traz a segunda edição da feira Comida de Herança, que acontecerá nos dias 16 e 17 de março, das 10h às 19h30. O ingresso, que dá acesso ao evento e às exposições em cartaz, custará R$ 5. O museu fica a 10 minutos do Metrô Bresser Mooca e conta com bicicletário.

Com cerca de 50 expositores, o evento apresentará um grande leque de sabores.

No jardim do museu, queijos, biscoitos, cafés, pães e outras delícias. Quem gosta de azeitonas também poderá aproveitar. No Quitute do Peruutti, elas terão um toque especial: muito azeite e mix de ervas com sabores ítalo-brasileiro. O laticínio Capril do Bosque trará, da Serra da Mantiqueira: 14 diferentes tipos de queijos de cabra, alguns inspirados em receitas famosas no exterior.

Além disso, haverá pratos quentes feitos na hora, como as massas do chef Fellipe Zanuto, do restaurante Hospedaria. O profissional buscou na cozinha das avós, ambas de origem italiana, a inspiração para o seu restaurante. A ideia é servir uma comida que remeta a dos imigrantes do início do século 20. Pratos que os faziam lembrar da terra natal, mas preparados com a estrutura e os ingredientes disponíveis no Brasil.

Zanuto irá bater um papo com o público ao lado da jornalista Mariana Weber. Criadora do site “O Caderno de Receitas”, no qual compartilha pratos e histórias de comida, Mariana é também autora do livro “Cozinha de Vó”. Ela estará nos dois dias do evento autografando seu livro para o público da feira.

O público também poderá ainda se deliciar com a “comida mateira” feita na hora pelo chef Idolo Giusti Neto. De origem italiana, portuguesa e espanhola, Giusti vem de um berço de ouro na culinária. Com essa bagagem, ele vem cozinhando e trocando experiências com grandes mestres da gastronomia.

Palestra e degustação sobre Pancs (plantas não convencionais), no domingo, a partir das 15h.

A Comida de Herança terá, ainda, objetos artísticos ligados à gastronomia, espaço infantil, e meditação com foco na experiência do paladar e história da comida. No domingo, a partir das 15h, haverá palestra e degustação sobre Pancs – plantas não convencionais.

No sábado, o grupo Canja Música Árabe se apresenta às 13h.

Serviço

Quando?

16 e 17 de março (sábado e domingo)

Onde?

Museu da Imigração
Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 - Mooca

Quanto Custa?

Entrada: R$ 5

Classificação:

Livre

Mais Informações:

Bicicletário na calçada da instituição
A 10 minutos do Metrô Bresser Mooca

Sobre o autor

Jornalista que, por brincadeira do destino, quase cursou biomedicina e começou publicidade e propaganda. Adora assuntos relacionados a cultura e saúde. Tem paralisia cerebral, lesão que provocou sua deficiência física, afetando também sua fala.

Comentários