Companhia Estudo de Cena apresenta peça sobre a memória social brasileira

Companhia Estudo de Cena apresenta peça sobre a memória social brasileira

Até o dia 27 deste mês, a companhia teatral Estudo de Cena realiza uma temporada de seu mais novo trabalho, chamado “Utopia da Memória“, na Oficina Cultural Oswald de Andrade (Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro), próximo ao metrô Tiradentes. Através de uma experiência teatral, o grupo convida o público para uma imersão na memória social do Brasil, transitando entre passado, presente e futuro.

As apresentações de “Utopia da Memória” têm entrada gratuita e acontecem nos dias 18, 19*, 20, 25, 26 e 27 de abril; às quintas e sextas-feiras, às 20h, e sábados, às 18h. *No feriado de 19/04 (sexta-feira), a apresentação será realizada às 18h.

“Utopia da Memória” é uma experiência cênica onde público e elenco ocupam o mesmo espaço. A peça narra histórias de pessoas e lugares por onde o grupo teatral esteve durante a pesquisa, usando recursos ficcionais e documentais. Em uma cabine, é possível enviar recados para o futuro, que serão guardados em uma cápsula do tempo e enterrados posteriormente em espaços da memória cultural da cidade de São Paulo e do Brasil. Ao final, o cenário se transforma em uma exposição de fotos e a narrativa segue a partir do olhar das pessoas presentes.

O espetáculo surgiu a partir de um processo de pesquisa e criação que durou cinco anos. Neste período, o grupo trabalhou em territórios brasileiros em parceria com coletivos de cultura, núcleos universitários, organizações comunitárias e movimentos sociais.

Em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), o Estudo de Cena atuou em Eldorado dos Carajás (sul do Pará), local que é um marco da luta mundial pela terra, e em diversos assentamentos e ocupações pelo Brasil. Junto ao Movimento Pela Soberania Popular na Mineração (MAM), a atuação ocorreu em cidades mineiras e paulistas que têm sua população atingida pelo avanço da mineração.

O grupo ainda percorreu a região de Canudos, no sertão da Bahia, onde realizou um intercâmbio de ações conjuntas e estudos com movimentos que reivindicam a memória popular do Arraial de Belo Monte (Canudos). Em 2018, o grupo esteve também em cidades de São Paulo em parceria com organizações de luta pelos direitos humanos e contra a violência de estado.

Neste percurso de pesquisa foram realizadas peças de teatro, intervenções de rua, experimentos cênicos e seguidas atividades artístico-pedagógicas. “Utopia da Memória” é fruto do acúmulo desta caminhada de muitos encontros, trocas e reflexões críticas sobre a história do Brasil.

Em março de 2018 o MASP – Museu de Arte de São Paulo, convidou o Estudo de Cena para apresentar publicamente o processo da nova pesquisa. Foi a primeira abertura pública do trabalho, ainda em uma versão teste. Em setembro de 2018, a pesquisa foi contemplada pela Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo.

As primeiras apresentações da versão atual do trabalho foram realizadas de 16 a 24 de fevereiro no Engenho Teatral, na zona leste da capital paulista. Agora o grupo segue com a estreia da temporada na Oficina Cultural Oswald de Andrade e convida o público para conhecer o resultado de toda essa jornada pelo território brasileiro.

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis alterações nas informações acima, que são válidas até esta data.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. Ótima companhia pra uma cerveja gelada. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários