Espetáculo ‘6 minutos’ do Satyros tem temporada prorrogada em SP

Espetáculo ‘6 minutos’ do Satyros tem temporada prorrogada em SP

Peça fica em cartaz até 18 de maio aos sábados no espaço Satyros 1

A oficina de teatro do grupo paulistano Os Satyros prorrogou a temporada do espetáculo 6 minutos. A peça volta ao cartaz nos dias 11 e 18 de maio sempre às 21h no espaço Satyros 1, localizado na Praça Franklin Roosevelt, 214. A peça é resultado da conclusão do módulo de 2 meses realizado pelos alunos.

Baseada na obra “Crônicas de um amor louco” de Charles Bukowski (1920-1994), a adaptação retrata em seis atos, a contextualização do machismo a partir do olhar masculino sob o corpo da mulher e a relação com o feminicídio. Com direção de Gustavo Ferreira e Fábio Penna, o espetáculo busca mostrar o olhar animal do homem, como selvagem e desprendido de qualquer carácter emocional ou ético.

Anulando o corpo da mulher a um objeto descartável, o elenco formado por 15 atores e atrizes retrata a visão do homem similar a um lobo – animal selvagem e predador – que precisa se saciar sexualmente a qualquer custo, situação ou contexto. “6 Minutos traz a tona a nossa urgência em falar sobre feminicídio, politica do armamento, dores, depressão e questões tão caras para todos nós”, afirma Ferreira.

Ao final, a peça traz ao público uma reflexão por meio de uma analogia do nome 6 minutos com o tempo em que uma mulher é vítima de qualquer forma de violência no Brasil. Segundo dados do estudo Visível e Invisível: A vitimização de mulheres no Brasil realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o Instituto Datafolha, mostram que no último ano, 536 mulheres foram vítimas de agressão física, por hora, no Brasil.

O estudo aponta ainda, que dezesseis milhões de brasileiras sofreram algum tipo de violência em 2018 e 59% da população afirma ter visto uma mulher ser agredida física ou verbalmente no mesmo ano. De acordo com o projeto Relógios da Violência do Instituto Maria da Penha (IMP), a cada 7,2 segundos uma mulher sofre agressão física no Brasil.

Imagem relacionada

“Concluindo um dos módulos das oficinas dos Satyros, o elenco se mostra atento com o nosso momento político e social. Atuando com estudo e talento entram em cena para contar essas histórias que viram dados depois”, conclui Gustavo.

As apresentações não possuem valor fixo e contam com a colaboração de qualquer quantia, apenas em dinheiro físico. A companhia comemora em 2019 seus 30 anos de artes dramáticas na capital.

Ficha Técnica:
Direção: Gustavo Ferreira e Fábio Penna
Coordenação: Rodolfo García Vázquez
Iluminação: Diego Ribeiro
Elenco: Bárbara Fava, Fábio Melgarejo, Gabriel Gualtieri, Henrique Melo, Hugo Leão, Ícaro Gimenes, Issaka Bano, Jeff Venturi, Jéssica Domingues, Laísa Alfenas, Léo Pegozzi, Pamella Bravo, Rachel Caffel, Renato Arantes, Soraia Costa.

Serviço

Quando?

27 de abril, 11 e 18 de maio

Onde?

Espaço Satyros 1 - Praça Franklin Roosevelt, 214 - Acesso pela estação República da Linha Vermelha

Quanto Custa?

Pague quanto puder!

Sobre o autor

Jornalista pela PUC-SP e autor do documentário "Pegadas da Lama", escreve sobre Cultura e Cidades. Apaixonado pelas lentes da fotografia e dos documentários, gosta de observar as pessoas, as relações, os prédios e as janelas. Sagitariano inquieto, está sempre indo e vindo por São Paulo em uma relação complexa para poucos caracteres.

Comentários