Samba no Bar Templo é opção para celebrar o Dia da Consciência Negra

Samba no Bar Templo é opção para celebrar o Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra já é depois de amanhã. Para comemorar a data – que é feriado na capital paulista e em outras cidades – nada melhor que um dia com muito samba em um tradicional bar que é conhecido por ostentar em sua decoração diversos objetos e apetrechos religiosos, incluindo esculturas e elementos relativos a divindades oriundas de religiões africanas.

Estamos falando do Templo Bar de Fé (ou Bar Templo, como é mais conhecido por seus frequentadores), que nesta quarta, no feriado da Consciência Negra, vai promover uma noite inteira de muito samba com o grupo Samba do Povo e seus convidados, além de oferecer suas porções típicas de bar e outros pratos, que podem ser deliciados acompanhados por cerveja gelada ou outros drinks da casa.

O Samba do Povo deve começar a tocar às 17h e será cobrada uma taxa de couvert artístico de R$ 15,00 (mulheres) e R$ 25,00 (homens), inclusa na comanda.

Com raízes afro-brasileiras, o Bar Templo é uma das melhores casas brasileiras de entretenimento no gênero musical de samba. Sua inauguração foi em 2011 e teve como atração principal o cantor e compositor João Bosco. Durante os 8 anos de funcionamento, renomados sambistas já se apresentaram, como o saudoso Almir Guineto, Leci Brandão, Arlindo Cruz, Zé Luiz do Império Serrano, Nelson Rufino, Reinaldo (falecido hoje aos 65 anos), Sombrinha, entre outros.

O Bar Templo fica na Rua Guiambé, nº 322 – Mooca e é um bar temático com decoração mística por todo o salão e entrada. Os santos esculpidos em barro, as orações espalhadas pela casa e as mensagens sobre orixás se misturam a muitas cores e à energia boa que a casa emana. Para saber mais sobre o local, leia esta matéria.

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até esta data.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários