SP ganha o primeiro roteirizador intermodal para o deslocamento pela cidade

SP ganha o primeiro roteirizador intermodal para o deslocamento pela cidade

A QUICKO, startup de inteligência em Big Data para Mobilidade Urbana, anuncia o lançamento de um aplicativo gratuito para que os mais de 21 milhões de habitantes da Grande São Paulo explorem a intermodalidade do sistema de transporte em São Paulo.

A ferramenta irá combinar diversos modais diferentes, como ônibus, metrô, trem, carros por aplicativos, bicicletas, entre outros, para criar rotas mais rápidas, econômicas e convenientes.

“Nós acreditamos que mais alternativas para se locomover, com base em informações em tempo real, ajudam os usuários a decidir o melhor caminho de forma inteligente, conveniente e, claro, econômica. Isso melhora diretamente a qualidade de vida das pessoas.

Em outras cidades do mundo, onde a mobilidade está mais madura, percebemos que a intermodalidade é benéfica para a população e queremos ser o agente dessa mudança aqui”, explica Pedro Somma, Diretor de Relações Institucionais da Quicko.

Disponível para Android iOS, o aplicativo da Quicko permite que os usuários insiram o seu destino para que, por meio de seus smartphones, encontrem a melhor alternativa para seus deslocamentos, considerando principalmente dois critérios: preço e rapidez.

Além disso, os usuários poderão saber a localização exata das estações de bikes compartilhadas e a quantidade disponível em cada uma, onde estão os pontos de ônibus, quais linhas param ali, a posição aproximada dos veículos no mapa e os horários de chegada de cada um em tempo real, além de enviar alertas sobre os acontecimentos no trajeto.

O uso do aplicativo da Quicko será gratuito, inicialmente sem a obrigatoriedade de cadastro, apenas requerendo autorização para acessar o GPS do smartphone do usuário. De acordo com o CEO da startup, Maurício Quinze, o usuário não irá pagar para receber as informações e roteirizar suas viagens.

“O nosso app será gratuito para os usuários e, em breve, irá funcionar como um marketplace, unindo serviços de conveniência para nossos usuários à jornada dele, como o aluguel de guarda-chuvas, assim como a possibilidade de pedir comida enquanto se locomove”, explica. “Nós vamos levar os serviços às pessoas e não as pessoas aos serviços”, conclui Quinze.

Para oferecer a solução mais completa para os usuários paulistanos, a Quicko selou parceria com outros aplicativos e startups de Mobilidade Urbana, além de contar com as informações fornecidas por órgãos público, como Metrô, EMTU e SPTrans.

Sobre o autor

Teve a ideia de criar o Sobreviva em São Paulo, foi lá e fez. Jornalista, trabalha com social media e gosta de uns rolês roots. Acampa no mato, sobe montanha e vive na selva de pedra. Já quis ser detetive, salvar o mundo e fugir com os ciganos. Tem uma relação de amor e ódio com São Paulo, fica para ouvir músicos de rua e corre para nunca chegar atrasada.

Comentários