Restaurantes paulistanos podem distribuir refeições a moradores de rua

Restaurantes paulistanos podem distribuir refeições a moradores de rua

A Prefeitura de São Paulo anunciou na última quinta-feira (2) o Projeto Rede Cozinha Cidadã, uma iniciativa liderada pela Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania. O projeto tem o objetivo de dar alternativas de alimentação para a população em situação de rua, além de promover a participação de comércios e pequenos restaurantes a gerarem renda com a venda de comida durante a crise acarretada pela quarentena do Coronavírus.

Estabelecimentos de alimentação localizados na cidade de São Paulo interessados em prestar serviços de fornecimento de refeições à população de rua podem se candidatar por meio de um edital, que fica disponível até o fim do período de quarentena determinado pelo Poder Público.

“É fundamental ajudar a população em situação de rua a se alimentar e ter autonomia, ainda mais no momento grave em que vivemos com a pandemia do Coronavírus. O Projeto Rede Cozinha Cidadã oferece a essas pessoas a dignidade e os direitos básicos para se viver, além de ajudar restaurantes a se manter na crise financeira”, destaca a secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Cláudia Carletto.

Os beneficiados pelo projeto recebem um kit contendo marmita, água e um folheto educativo de prevenção do Coronavírus, desenvolvido pela Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania. O foco é atender as regiões com maior concentração deste público: Sé, Mooca, Lapa, Santo Amaro, Vila Mariana, Santana e Pinheiros.

A operação ainda tem o apoio da Guarda Civil Metropolitana, que auxiliará na segurança e também na distribuição dos kits. Ao final da operação, as Subprefeituras correspondentes ao território serão responsáveis pela limpeza do local.

Interessados no credenciamento devem enviar e-mail para [email protected], por onde podem também obter informações e esclarecer dúvidas sobre o processo de inscrição. O edital está disponível pelo link bit.ly/redecozinhacidada.

Fonte: Prefeitura de São Paulo

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até esta data.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários