Aulas presenciais em São Paulo não voltam em setembro, determina Prefeitura

Aulas presenciais em São Paulo não voltam em setembro, determina Prefeitura

Conforme divulgado hoje (18) pela Prefeitura de São Paulo, a rede de ensino (pública e privada) da cidade não terá suas atividades retomadas para aulas e atividades de reforço no mês de setembro, conforme estabelecido pelo Governo do Estado. A decisão teve como base os resultados da Fase 1 do Inquérito Sorológico realizado com crianças e adolescentes de 4 a 14 anos da rede municipal de ensino.

Segundo dados da Fase 1 do referido inquérito, divulgados pela Prefeitura de São Paulo também nesta terça-feira, o ambiente escolar e os alunos podem ser um fator de disseminação do novo coronavírus, já que o vírus pode ser disseminado na escola, família e comunidade.

A pesquisa mostra que dois terços das crianças que testaram positivo para o novo coronavírus foram assintomáticas. Ou seja, as crianças podem estar contaminadas e não apresentarem os sintomas.

Isso faz com que crianças e adolescentes possam se tornar disseminadores silenciosos do vírus na escola, na família e na comunidade, uma vez que 25,9% dos alunos permaneceram em domicílios com a presença de moradores com 60 anos ou mais.

A Secretaria Municipal de Educação (SME) da capital paulista deverá reforçar as ações para que as crianças continuem com conteúdo pedagógico para estudar em casa. Segundo publicado no site da Prefeitura, novas medidas devem ser anunciadas ainda nessa semana.

Fonte: Prefeitura de São Paulo

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis alterações nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários