Tainá Müller revela um pouco dos bastidores da série ‘Bom Dia, Verônica’ da Netflix

Tainá Müller revela um pouco dos bastidores da série ‘Bom Dia, Verônica’ da Netflix

Quem é Verônica, e para onde essa mulher se encaminha na trama de Bom Dia, Verônica? Intérprete da escrivã da Delegacia de Homicídios de São Paulo, Tainá Müller dá pistas em vídeo inédito, que revela um pouco dos bastidores do primeiro thriller original da Netflix no Brasil – sem spoilers! O featurette mostra também o que se passa na cabeça de Janete (Camila Morgado) ao longo de anos de abuso psicológico, verbal e físico perpetrados pelo próprio marido, Brandão (Eduardo Moscovis), um serial killer. E ainda as delicadas relações entre as vítimas despedaçadas, o ciclo da violência doméstica e a justiça – de tirar o fôlego!

Baseada no celebrado romance policial homônimo da criminóloga Ilana Casoy e do escritor Raphael Montes, Bom Dia, Verônica estreou em 1º de outubro, só na Netflix, recheada de suspense e ação. A série foi criada e adaptada para a TV por Raphael Montes, com roteiro do próprio Raphael junto com Ilana Casoy, Gustavo Bragança, Davi Kolb e Carol Garcia. 

Sobre Bom Dia, Verônica
Verônica Torres tem um trabalho burocrático na Delegacia de Homicídios de São Paulo. Após presenciar um suicídio, alguns traumas do passado vêm à tona. Na mesma semana, ela recebe um telefonema anônimo de uma mulher desesperada, com a vida em perigo. Determinada, ela decide usar toda sua habilidade investigativa para mergulhar nos casos das duas mulheres: a jovem suicida enganada por um golpista na internet e a esposa subjugada pelo marido, um inteligente serial killer. Ao se aprofundar nas investigações, Verônica encara um mundo perverso, que põe em risco sua família e sua própria existência.

Sobre o livro Bom Dia, Verônica
Lançado pela Darkside Books em 2016 sob o pseudônimo de Andrea Killmore, o thriller Bom Dia, Verônica vendeu 10 mil exemplares na primeira tiragem e causou curiosidade dos fãs sobre a verdadeira identidade da autora. Agora, o segredo guardado há anos foi quebrado: Ilana Casoy, criminóloga e escritora, e Raphael Montes, escritor e roteirista, escreveram juntos o romance que mistura crime real e ficção e ganha nova edição este ano.

Sobre o autor

Publicitário apaixonado por fotografia, viciado em algumas séries (não muitas) e com um gosto musical bem eclético, comer de tudo e não engordar me faz feliz!

Comentários