Dia Internacional dos Museus: 9 museus que orgulham São Paulo

Dia Internacional dos Museus: 9 museus que orgulham São Paulo

Muitas pessoas não sabem, mas em 18/05 celebra-se o Dia Internacional dos Museus, data criada em 1977 para incentivar a população a visitar museus e casas de cultura com maior frequência.

A cidade de São Paulo orgulha-se de ter em seu território um amplo acervo de museus, alguns deles entre os mais notáveis do Brasil e até da América Latina. Então, que tal relembrarmos e sabermos um pouquinho mais sobre 9 dos principais museus da cidade? Vamos lá:

MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateubriand

Um dos principais cartões postais da capital paulista e ponto de referência na avenida mais movimentada do município, o MASP (foto de topo) foi fundado em 1947 e é considerado o 1° museu moderno do Brasil, tendo abrigado exposições de diversos artistas brasileiros e do exterior.

O que poucos sabem é que o MASP nem sempre esteve sediado na Avenida Paulista. Antes instalado na Rua 7 de Abril, na região central da cidade, o museu mudou de endereço apenas em 1968, quando foi transferido para o icônico prédio projetado pela arquiteta Lina Bo Bardi e que se tornou referência cultural no país.

Endereço: Av. Paulista, 1578 – Bela Vista
Site: https://masp.org.br

Pinacoteca de São Paulo

Pinacoteca (divulgação)

A Pinacoteca é um museu de artes visuais com ênfase na produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade e em diálogo com as culturas do mundo. Museu de arte mais antigo da cidade, fundado em 1905 pelo governo estadual da época, a Pinacoteca é conhecida por realizar mostras de sua renomada coleção de arte brasileira e exposições temporárias de artistas nacionais e internacionais.

O acervo original da Pinacoteca conta com mais de 10 mil obras de diversos autores, como os brasileiros Anita Malfatti, Lygia Clark, Tarsila do Amaral, Almeida Júnior, Pedro Alexandrino, Candido Portinari, entre outros.

Endereço: Praça da Luz, 2 – Luz
Site: http://pinacoteca.org.br

MIS – Museu da Imagem e do Som

MIS (foto: Governo de SP)

Como o nome sugere, o MIS tem foco em produção audiovisual, tendo como objetivo principal, desde sua inauguração – em 1970 – até atualmente, preservar e documentar o passado e o presente de manifestações que estão ligadas à arte, imagem e som, como música, cinema, fotografia, artes gráficas etc.

Dessa forma, grande número das exposições e eventos do MIS envolvem mais de um sentido além da visão, como a audição e o tato, principalmente, o que faz o lugar ser um dos museus da cidade em que a arte é mostrada em suas mais variadas aplicações e formas de se manifestar.

Endereço: Av. Europa, 158 – Jd. Europa
Site: www.mis-sp.org.br

MAM – Museu de Arte Moderna

MAM (divulgação)

Localizado dentro do Parque Ibirapuera, o Museu de Arte Moderna de São Paulo foi fundado em 1948 e possui uma coleção com mais de 5 mil obras produzidas por nomes representativos da arte moderna e contemporânea, principalmente brasileira. Tanto a coleção como as exposições privilegiam o experimentalismo, abrindo-se para a pluralidade da produção artística mundial, sempre buscando tornar isso tudo acessível para todos os públicos.

O museu mantém ainda uma ampla grade de atividades que inclui cursos, seminários, palestras, performances, espetáculos musicais, sessões de vídeo e práticas artísticas.

Endereço: Av. Pedro Alvares Cabral, s/nº – Parque Ibirapuera 
Site: https://mam.org.br

Museu do Ipiranga

Museu do Ipiranga antes da reforma (foto: SP Bairros)

Construção histórica localizada no Parque da Independência, o Museu do Ipiranga tem como nome oficial Museu Paulista da Universidade de São Paulo. É uma instituição científica, cultural e educacional com atuação no campo da História, oferecendo pesquisa, ensino e extensão – e um rico acervo.

No momento, o Museu do Ipiranga está passando por um período de reformas e deve reabrir ao público em 2022, ampliado, restaurado e modernizado, para comemorar o bicentenário da Independência do Brasil. Após a reabertura, o museu terá uma maior capacidade de visitação pública, podendo receber mais de 500.000 visitantes por ano.

Endereço: Rua dos Patriotas, 100 – Ipiranga
Site: http://museudoipiranga2022.org.br

Museu de Zoologia da USP

Surgido em 1890, o Museu de Zoologia é hoje detentor de um dos maiores acervos zoológicos da América Latina e cumpre um papel importante no desenvolvimento do conhecimento acerca da biodiversidade brasileira e global.

Com mais de 10 milhões de exemplares preservados, guarda testemunhos únicos sobre espécies e ecossistemas, alguns já extintos. Esse patrimônio é fonte de dados importantes em biologia evolutiva, paleontologia, ecologia e biologia molecular. O conhecimento preservado pelo museu é ainda utilizado em estudos de monitoramento ambiental, mudanças climáticas e bioprospecção. 

Endereço: Av. Nazaré, 481 – Ipiranga
Site: http://mz.usp.br/pt/pagina-inicial

Museu do Futebol

Museu do Futebol (divulgação)

Fundado em 2008 e sediado no Estádio do Pacaembu, o Museu do Futebol preserva a memória do esporte mais popular do Brasil por meio de exposições – muitas vezes interativas – que emergem os aspectos mais artísticos, poéticos, culturais e históricos do futebol.

Resgatando fatos, histórias, imagens, áudios e momentos que marcaram (ou ainda marcam) o futebol, o Museu do Futebol une a veia clássica do esporte com a modernidade com a qual o conteúdo é exposto aos públicos de todas as idades que visitam o lugar. Por meio de uma viagem pelo tempo, o museu permite ao visitante entender como um esporte surgido nas elites sociais inglesas se tornou popular em todo o globo.

Endereço: Praça Charles Miller, s/n – Pacaembu
Site: https://museudofutebol.org.br

Museu da Língua Portuguesa

Valorizar a diversidade da língua portuguesa, celebrá-la como elemento fundamental e fundador da cultura e aproximá-la dos falantes do idioma em todo o mundo – foi com esses objetivos que, em 2006, nasceu o Museu da Língua Portuguesa. 

Para isso, o museu fez uso da tecnologia e suportes interativos a fim de construir e apresentar seu acervo. O público é convidado para uma viagem sensorial e subjetiva pela língua, que inclui filmes, audição de leituras e muito mais. Assim, de forma dinâmica, lúdica e envolvente, o museu apresenta o nosso idioma como uma manifestação cultural viva, rica, diversa e em constante construção.

De 2006 a 2015 – ano em que fechou para reformas após um grave incêndio – o Museu da Língua Portuguesa recebeu mais de 30 exposições temporárias, além de cursos, palestras, debates e apresentações artísticas. 

Endereço: Praça da Luz, s/n – Portão 1 – Luz
Site: www.museudalinguaportuguesa.org.br

Museu de Arte Sacra

O acervo do Museu de Arte Sacra começou a ser formado por Dom Duarte Leopoldo e Silva, primeiro arcebispo de São Paulo, a partir de 1907. Ele começou a recolher imagens sacras de igrejas e pequenas capelas de fazendas que eram demolidas após a proclamação da República. Na década de 1970, foi possível ampliar significativamente esse acervo.

Atualmente, as principais atribuições do Museu de Arte Sacra de São Paulo são recolher, classificar, catalogar e expor objetos religiosos cujo valor estético ou histórico recomende a sua preservação; expor didaticamente seu acervo; entre outros objetivos juntos à capacitação de recursos humanos para atuação na área e incentivo e promoção de cursos, estudos e pesquisas sobre arte sacra e história da arte. 

Endereço: Av. Tiradentes, 676 – Luz
Site: http://museuartesacra.org.br

É claro que São Paulo tem mais museus que transbordam arte e cultura, esses são apenas nove dos mais conhecidos. Mas, diz pra gente, quantos desse você já visitou? Que tal chamar o(a) crush pra conhecer um ou mais deles assim que der? Fica a dica!

Fontes: sites dos respectivos museus e Governo do Estado de São Paulo

Foto de topo: Mike Peel em Wikimedia Commons

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários