Dr. Sin celebra 30 anos de carreira com dois shows em São Paulo

Dr. Sin celebra 30 anos de carreira com dois shows em São Paulo

Comemorando 30 anos de uma sólida carreira, o Dr. Sin, um dos maiores nomes do rock pesado no Brasil, vai realizar dois shows especiais no Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda), nos dias 23 e 24 de julho (sexta e sábado), a partir das 20h. O grupo é um dos primeiros nomes da música pesada a participar da retomada das apresentações ao vivo no país.

Para tornar a celebração ainda mais especial, aliada às comemorações referentes ao mês do Rock, o trio formado por Andria Busic (vocal principal e baixo), Thiago Melo (guitarra e vocal) e Ivan Busic (bateria e vocal) contará com a participação de Edu Ardanuy, ex-guitarrista do grupo.

As apresentações, em formato mais intimista, acontecem em um espaço privilegiado e com ingressos limitados, seguindo todos os protocolos de segurança referentes à prevenção da Covid-19.

Os ingressos para a apresentação custam a partir de R$40,00 (valor de meia-entrada do setor Mezanino) e podem ser comprados online, por meio deste link. A duração de cada show será de aproximadamente 70 minutos e a classificação indicativa é para maiores de 14 anos.

Além de celebrar três décadas de estrada, o Dr. Sin se prepara para a próxima turnê, o lançamento de um novo single e de um DVD comemorativo. No decorrer de sua carreira, a banda brasileira dividiu palco com grandes nomes do rock e do metal mundial, como Nirvana, AC/DC, Ian Gillan, Bon Jovi e Pantera, entre tantos outros.

O mais recente álbum completo do grupo, “Back Home Again”, foi lançado no Brasil em 2019 e teve o lançamento internacional realizado neste ano.

Imagem de topo: Divulgação

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários