USP é melhor universidade brasileira no ranking THE Latin America

USP é melhor universidade brasileira no ranking THE Latin America

A Universidade de São Paulo (USP) é a universidade brasileira mais bem colocada no THE Latin America University Ranking 2021, divulgado na última terça-feira (13) pela consultoria britânica Times Higher Education (THE).

As melhores posições ficaram com a Pontifícia Universidade Católica do Chile, em 1° lugar, seguida da USP em 2° lugar e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), também do estado de são Paulo, na 3ª posição.

Neste ano, o ranking avaliou 177 universidades de 13 países da América Latina. Os critérios adotados são os mesmos aplicados no ranking mundial da THE, mas com modificações para refletir melhor as características das escolas superiores da região. São considerados 13 indicadores de desempenho, dentro de cinco áreas: ensino (ambiente de aprendizagem); pesquisa (volume, renda e reputação); citações (influência da pesquisa); perspectiva internacional (pessoal, estudantes e pesquisa); e renda da indústria (transferência de conhecimento).

Nesta edição, o Brasil é o país com o maior número de universidades avaliadas: 67 no total, seguido pelo Chile, com 28 representantes. No top 10 das universidades, o Brasil lidera com sete instituições classificadas: Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG (5°), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC-RJ (7°), Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS (8°), Universidade Federal de São Paulo – Unifesp (9°) e Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ (10°), além das já mencionadas USP e Unicamp.

Além da Pontifícia Universidade Católica do Chile na 1ª posição, as outras instituições não brasileiras presentes no top 10 são o Instituto de Tecnologia de Monterrey (4°), do México, e a Universidade do Chile (6°).

THE Latin America Universities Summit

O THE Latin America University Ranking 2021 foi divulgado no primeiro dia do THE Latin America Universities Summit 2021, que aconteceu virtualmente ontem e anteontem.

O encontro reuniu líderes de universidades da América Latina e seus parceiros institucionais em todo o mundo, para discutir a atuação das universidades no desenvolvimento da sociedade e as mudanças que surgiram a partir da pandemia.

A abertura do THE Latin American Universities Summit, realizada na manhã do dia 13, contou com a participação do reitor da USP, Vahan Agopyan, da secretária estadual de Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Patricia Ellen da Silva, e do diretor da THE, Phil Baty.

Fonte: Erika Yamamoto/Jornal da USP

Imagem de topo: Reprodução/Youtube

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários