Grandes nomes do punk rock invadem São Paulo ainda em 2015

Grandes nomes do punk rock invadem São Paulo ainda em 2015

O Millencolin, na última vez que tocou em São Paulo, em 2010 (Foto: Piero Paglarin)
O Millencolin, na última vez que tocou em São Paulo, em 2010 (Foto: Piero Paglarin)

Skatistas, surfistas e demais apreciadores do chamado punk rock/hardcore melódico não têm motivos pra reclamar desses menos de três meses que faltam pra acabar 2015. Até dezembro, vários nomes significativos do gênero irão desembarcar em São Paulo pra tocar na cidade e fazer a alegria dos fãs.

O Ignite, do vocalista Zoli Téglás, puxa a fila em 10/10, trazendo consigo o Hundredth. Na sequência, CJ Ramone (ex-baixista dos Ramones) virá com alguns músicos convidados para tocar músicas de sua autoria e clássicos de sua ex-banda no Hangar 110, no dia 31/10. Depois, vai ser a vez de três das bandas mais conhecidas do estilo pousarem por aqui: Pennywise e Face To Face (JUNTAS!), em 06/11, e Millencolin, direto da Suécia, em 14/11. Pra finalizar, no mês que fecha o ano, serão o Satanic Surfers, também da Suécia, e o aguardado NOFX, do irreverente vocalista Fat Mike, que irão nos agraciar com seus riffs de guitarra distorcida. Os shows acontecerão em 05 e 12/12, respectivamente, e o show da banda sueca contará com a abertura dos alemães do Straightline. Ainda sobre as bandas que tocarão em dezembro, valem comentários à parte: o Satanic Surfers passou por um hiato de sete anos, tendo voltado à ativa apenas no ano passado, e o NOFX havia marcado um show na cidade para março deste ano, porém teve que cancelá-lo por problemas pessoais de um dos integrantes, segundo relato do próprio grupo.

Apenas o Hundredth e o Straightline, entre as bandas citadas, nunca tocaram no Brasil até então.

De todas as apresentações, a do NOFX é a única que já está com todos os ingressos esgotados, mas vale ficar de olho na página oficial do show no Facebook, pois é comum aparecerem desistentes que por algum motivo não podem ir e oferecem o ingresso para compra por esse canal. Quanto aos outros shows, além da venda online (cujos links seguem mais abaixo) e dos pontos de venda alternativos, haverá ingressos também nas bilheterias dos locais nos dias dos shows, caso não esgotem antes. Mas vale a dica: para o show do Ignite + Hundredth, restam menos de oitenta ingressos disponíveis. A seguir, você pode ver como adquirir o seu.

Confira abaixo, na ordem cronológica, os shows de punk rock/hardcore melódico que nossa capital receberá ainda neste ano, e informações sobre ingressos. Se você gosta de uma ou mais bandas, não perca tempo e compre o seu. Afinal, não é sempre que temos a oportunidade de ver tantas bandas bacanas tocarem na nossa cidade em menos de três meses…

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações a seguir, que são válidas até esta data.

 

Ignite (Foto: Divulgação)
Ignite (Foto: Divulgação)

Ignite + Hundredth
Formado em 1993 na Califórnia, o Ignite tem boa parte de suas letras carregadas de conteúdo social, político e ambiental. Seus álbuns de maior sucesso são os dois mais recentes: A Place Called Home (2000) e Our Darkest Days (2006). A banda não produz álbuns novos há 9 anos. Clique aqui para ler uma entrevista do vocalista Zoli Téglás para o site Besouros.net, falando sobre a tour pela América Latina e outros assuntos.
Também da Califórnia, o Hundredth toca músicas mais “agressivas”, fazendo um hardcore não tão melódico e mais “gritado” do que as outras bandas do mesmo estilo que estão vindo pra cá neste ano.

Hundredth (Foto: Divulgação)
Hundredth (Foto: Divulgação)

A noite vai contar ainda com outra banda gringa convidada pra abrir as apresentações: o Dead Neck, da Inglaterra.
Data: 10/10 (sábado)
Local: Inferno Club (Rua Augusta, 501 – Consolação)
Ingressos: R$ 100,00 (2º lote). Clique aqui para comprar. Ou compareça à Loja 255 (Galeria do Rock – Rua Vinte e Quatro de Maio, 62 – 1º andar – loja 255), ou à Age Of Dreams (Rua Marechal Deodoro, 1754 – lojas 33 a 36 – 2º andar – Galeria Z – São Bernardo do Campo – SP).
O que não deve faltar no show: o Ignite não deve deixar de tocar My Judgement Day, enquanto o Hundredth provavelmente vai incluir Weathered Town em seu set list.

 

 

12068050_1198272556866204_45932962_n
CJ Ramone (Foto: Divulgação)

CJ Ramone
Ex-baixista dos Ramones, CJ passa pelo Brasil pelo 4º ano consecutivo. Nessa ocasião, o músico está promovendo seu 2º álbum de músicas inéditas, Last Chance To Dance, mas irá também tocar clássicos de sua lendária ex-banda, acompanhado por alguns músicos convidados. Dillinger (de MG) e Jiro Okabe (dos EUA) serão as bandas responsáveis pela abertura do show.
Data: 31/10 (sábado)
Local: Hangar 110 (Rua Rodolfo Miranda, 110 – Bom Retiro)
Ingressos: de R$ 80,00 a R$ 160,00. Clique aqui para comprar. Ou compareça à Loja 255, ao Consulado do Rock (Galeria do Rock – Rua Vinte e Quatro de Maio, 62 – 1º andar – lojas 255 e 236, respectivamente); ou à London Calling (Galeria Presidente – Rua Vinte e Quatro de Maio, 116 – sobreloja 15).
O que não deve faltar no show: Won’t Stop Swinging, composição própria do músico, presente no álbum Last Chance To Dance (2014).

 

 

Pennywise (Foto: Divulgação)
Pennywise (Foto: Divulgação)

Pennywise + Face To Face
Um dos principais nomes do punk rock made in Califórnia ao lado do Bad Religion, o Pennywise foi fundado em 1988 e, desde então, foi colecionando uma legião de fãs com suas letras politizadas, que são consideradas por alguns como protestos em forma de música. O vocalista, Jim Lindberg, é uma figura bastante admirada por sua performance e atitude em cima do palco.
O Face To Face é outra banda californiana que, assim como o Pennywise, já tocou no Brasil em algumas ocasiões. O último álbum do quarteto, Three Chords & A Half Truth, é de 2013. Trever Keith, o vocalista, imprime uma energia contagiante e única quando está no palco com seu grupo.

Face To Face (Foto: Divulgação)
Face To Face (Foto: Divulgação)

Data: 06/11 (sexta-feira)
Local: Audio Club (Av. Francisco Matarazzo, 694 – Água Branca)
Ingressos: de R$ 100,00 a R$ 300,00. Clique aqui para comprar. Ou acesse este link para conferir os pontos de venda físicos da Ticket 360.
O que não deve faltar no show: Fuck Authority, um dos hits mais celebrados do Pennywise e que muitas vezes a banda toca no final dos shows, deverá agitar o público novamente nessa passagem deles por aqui. Já o Face To Face deverá tocar Disconnected, do álbum Big Choice (1995), uma das músicas mais adoradas e pedidas pelos fãs da banda.

 

 

Millencolin (Foto: Divulgação)
Millencolin (Foto: Divulgação)

Millencolin
Outra banda consagrada da cena punk rock/hardcore, o Millencolin surgiu em 1992 na Suécia, pra ganhar o mundo com seus dez álbuns gravados até hoje. Já com algumas passagens bem sucedidas pelo Brasil, o grupo teve seu trabalho mais recente, True Brew, lançado neste ano.
Data: 14/11 (sábado)
Local: Carioca Club (Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros)
Ingressos: de R$ 100,00 a R$ 240,00. Clique aqui para comprar. Ou compareça à bilheteria do Carioca Club (endereço acima).
O que não deve faltar no show: Sense & Sensibility é uma das músicas de trabalho do novo álbum, que será divulgado nessa turnê.

 

 

Satanic Surfers (Foto: Divulgação)
Satanic Surfers (Foto: Divulgação)

Satanic Surfers + Straightline
Com suas batidas rápidas e pesadas, o Satanic Surfers é uma das maiores bandas de punk rock da Suécia, e talvez da Europa nos tempos mais recentes. Surgido em 1989, o grupo liderado pelo vocalista uruguaio Rodrigo Alfaro se separou em 2007, mas voltou à ativa em 2014, já com shows marcados pelo mundo afora.
Misturando vertentes como skatepunk e hardcore em sua sonoridade, os alemães do Straightline vêm pela primeira vez ao Brasil, onde são pouco conhecidos. Porém, a banda já excursionou pela Europa e chegou a dividir palco com nomes importantes da cena punk rock/hardcore.

Straightline (Foto: Divulgação)
Straightline (Foto: Divulgação)

Data: 05/12 (sábado)
Local: Inferno Club (Rua Augusta, 501 – Consolação)
Ingressos: R$ 100,00 (2º lote). Clique aqui para comprar com cartão de crédito, aqui para comprar por boleto bancário, compareça à Loja 255 (Galeria do Rock – Rua Vinte e Quatro de Maio, 62 – 1º andar – loja 255) ou à Age Of Dreams (Rua Marechal Deodoro, 1754 – lojas 33 a 36 – 2º andar – Galeria Z – São Bernardo do Campo – SP).
O que não deve faltar no show: do Satanic Surfers, U+l R 1, uma música que resume bem a sonoridade da banda. O Straightline vai apresentar ao público os riffs rápidos de Retrogressive, entre outras “porradas”, é claro.

 

 

NOFX (Foto: Divulgação)
NOFX (Foto: Divulgação)

NOFX
O NOFX é mais um nome de peso e bastante reconhecido na cena em que atua. O excêntrico vocalista Fat Mike e sua trupe fazem um som que serve de influência para várias outras bandas, sempre com letras que falam sobre política, sociedade e religião, mas sem nunca deixar o humor de lado. Fundado em 1983 na Califórnia, o grupo já passou várias vezes pelo Brasil, lotando a maioria de seus shows.
A apresentação do NOFX na cidade, nessa turnê, será aberta pela banda brasileira Reffer.
Data: 12/12 (sábado)
Local: Via Marquês (Av. Marquês de São Vicente, 1589 – Barra Funda)
Ingressos: ESGOTADOS. Acompanhe a página oficial do show no Facebook, caso haja desistentes que coloquem o ingresso à venda por lá.
O que não deve faltar no show: com vários hits lançados ao longo da carreira, o NOFX sempre tem que escolher apenas alguns deles pra tocar nos shows. Stickin’ In My Eye geralmente é um dos mais pedidos pelos fãs.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários