Richie Ramone, ex-baterista do Ramones, se apresenta no Manifesto Bar

Richie Ramone, ex-baterista do Ramones, se apresenta no Manifesto Bar

Vai ter ex-Ramone no Brasil neste ano!

O norte-americano Richie Ramone, ex-baterista da lendária banda punk Ramones (de 1983 a 1987), marcou para o dia 21 de julho (domingo) um show de seu projeto solo no Manifesto Bar, em São Paulo.

Richie gravou três álbuns com os Ramones: “Too Tough to Die” (1984), “Animal Boy” (1986) e “Halfway to Sanity” (1987), e em todos há músicas de sua autoria. Ele assumiu a bateria da banda em 1983, após a saída de Marky Ramone, e foi substituído pelo mesmo Marky, que voltou à banda em 1987. Richie chegou a fazer cerca de 500 shows ao redor do mundo com o Ramones.

Em 2013, o músico gravou o primeiro álbum de sua carreira solo, “Entitled”, no qual é possível conhecer o talento de Richie como vocalista. Em 2016, ele esteve na capital paulista e se apresentou no saudoso Clash Club. Neste ano, São Paulo vai poder ver novamente um show do músico, desta vez num dos rockbares mais tradicionais da cidade.

Os ingressos para a apresentação de Richie Ramone no Manifesto Bar estão à venda pelo site da Ticket Brasil (sujeito a taxa de conveniência) e na bilheteria do local do show. Confira abaixo as informações completas.

Serviço

Quando?

21/07 (domingo), a partir das 18h (abertura da casa)

Onde?

Manifesto Bar (Rua Iguatemi, 36 - Itaim Bibi)

Quanto Custa?

A partir de R$ 80,00 (1º Lote). Clique em "Acesse o site" para conferir todos os valores e comprar seu ingresso (sujeito a taxa de conveniência).

Classificação:

16 anos.

Mais Informações:

O Manifesto Bar conta com acesso para deficientes, ar condicionado, Wi-Fi e serviço de vallet (R$ 20,00).

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até esta data.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. Ótima companhia pra uma cerveja gelada. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários