Em São Paulo, junho de 2020 foi o 4° mais chuvoso em 25 anos

Em São Paulo, junho de 2020 foi o 4° mais chuvoso em 25 anos

De acordo com dados do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo, que compila informações pluviométricas desde 1995, o mês de junho deste ano terminou como o 4º mais chuvoso da série histórica.

Foram 105,8mm de precipitação ao longo o mês, sendo que o esperado eram 50,5mm, ou seja, 110 % acima do esperado. O dia mais chuvoso foi o 27/06 (última sexta-feira), com 57,4mm.

“Apesar de poucos eventos de chuva, e do estabelecimento de um bloqueio atmosférico em metade do mês, entre os dias 10 e 25, que deixou o tempo seco e quente para a época do ano, junho fechou com precipitação muito acima da média devido a formação de uma área de baixa pressão associada a passagem de uma frente fria ao largo do litoral paulista entre os dias 26 e 27”, explica o meteorologista do CGE da Prefeitura de São Paulo, Thomaz Garcia.. “Essa condição meteorológica propiciou a formação de fortes áreas de instabilidade que se deslocaram do Paraná em direção a Grande São Paulo, provocando chuvas fortes e volumosas”, complementa Garcia.

Os meses de junho mais chuvosos antes deste foram os de 2012 (191,4mm), 2016 (170,9mm) e 2013 (134,6mm). As regiões da capital paulista que encerraram junho com maiores volumes de precipitação em 2020 foram a Zona Norte (114,4mm), o Centro (111,6mm) e a Zona Leste (108,3mm).

Fonte: Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura de São Paulo

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários