Brahma lança máquina que deixa cerveja mais cremosa

Brahma lança máquina que deixa cerveja mais cremosa

No início deste mês, aproveitando os dias que antecederam o Dia dos Pais, a Brahma lançou no mercado nacional a Brahmeira, uma máquina que deixa a textura da cerveja bastante próxima à textura de chopp.

Pesando cerca de 2Kg e com dimensões aproximadas de 43cm (altura) x 25cm (largura) x 15cm (comprimento), a Brahmeira usa tecnologia de micro-espuma para converter cervejas em um chopp estilo nitro. Quando se puxa a alavanca, a máquina dispensa a cerveja de uma forma que mantém melhor carbonatação; e se a alavanca é empurrada, o dispositivo cria a espuma através de um transdutor que emite ultrassom, quebrando as bolhas de CO2 em bolhas menores, fazendo com que a espuma fique mais estável e cremosa.

Deixando os detalhes técnicos de lado, a Brahmeira é de fácil manuseio: basta colocar a cerveja no dispenser, posicionar o copo ou caneca abaixo da torneira, acionar a alavanca e aproveitar o resultado, que deve ser uma cerveja com textura similar à de chopp, com colarinho cremoso, consistente e denso, mantendo ainda a temperatura e o aroma da cerveja original. 

Leve, com dimensões não exageradas e alimentação portátil (USB 127V ou duas pilhas AA padrão), a Brahmeira pode ser um equipamento bastante útil em churrascos, piqueniques, camping e demais atividades ao ar livre. Além disso, é compatível com todas as latas e garrafas, e também com todos os estilos de cervejas. Para saber mais sobre a Brahmeira, acesse www.brahma.com.br/brahmeira.

Pelo site do Empório da Cerveja, é possível comprar uma Brahmeira por R$650,00 (valor válido até o fechamento deste texto) + o valor do frete, podendo receber o equipamento em casa. Para isso, clique aqui.

Imagem de topo: divulgação

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

 

 

 

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários