Jovens de 15 a 17 anos sem comorbidades já podem se vacinar contra a Covid-19 na capital

Jovens de 15 a 17 anos sem comorbidades já podem se vacinar contra a Covid-19 na capital

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo iniciou hoje (30) a vacinação contra a Covid-19 em adolescentes de 15 a 17 anos sem comorbidades.

“A cidade de São Paulo continua com esse trabalho de salvar vidas, de vacinar as pessoas, diminuir a transmissibilidade, de ter ações sanitárias coerentes para poder conter o avanço do coronavírus”, afirmou o prefeito
Ricardo Nunes, que levou sua filha Izabela, de 15 anos, para se imunizar em uma UBS na Zona Sul da capital.

A expectativa da prefeitura é vacinar 411.662 jovens nessa faixa etária. Esse público recebe exclusivamente o imunizante da Pfizer, único autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para menores de 18 anos até o momento.

Segundo a gestão municipal, toda a rede de vacinação da capital está em operação. Estão abertas as 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e 82 Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/UBSs Integradas, com funcionamento das 7h às 19h, além dos mega postos com acesso a pedestres, drive-thrus e farmácias parceiras, das 8h às 17h. A relação completa dos postos de vacinação da cidade está disponível na página Vacina Sampa.

Os munícipes elegíveis à segunda dose (D2) da vacina também podem aproveitar a oportunidade para completar o esquema vacinal.

Documentação

É obrigatório apresentar documentos pessoais, preferencialmente Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), além de um comprovante de endereço da cidade de São Paulo, de forma física ou digital, em nome dos pais ou responsável.

Para receber a vacina, o adolescente deve estar obrigatoriamente acompanhado pelos pais ou responsável. Se esse acompanhamento não for possível, é preciso ir com um adulto e apresentar autorização assinada por um responsável.

Doses remanescentes

Também a partir de hoje (30), os adolescentes de 12 a 14 anos sem comorbidades podem se cadastrar nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município para receber eventuais doses remanescentes.

De Olho na Fila e pré-cadastro

O preenchimento do pré-cadastro no site Vacina Já pode agilizar o tempo de atendimento nos postos de vacinação. Basta fornecer dados como nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento.

Antes de se deslocar a um posto, é recomendado acessar o site De Olho na Fila, que mostra a movimentação de pessoas nas unidades, com o intuito de evitar aglomerações e filas de espera.

Passaporte da vacina

A partir de quarta-feira (1), a cidade de São Paulo passa a contar com o Passaporte da Vacina, implementado pela SMS dentro do aplicativo e-saúdeSP, do programa Avança Saúde. Clique aqui para saber mais.

Fonte: Secretaria Especial de Comunicação/Prefeitura de São Paulo

Foto de topo: imagem ilustrativa (Freepik)

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários