Cuidados com pets: saiba a diferença entre urgência e emergência e onde levar o animal

Cuidados com pets: saiba a diferença entre urgência e emergência e onde levar o animal

Os cuidados com um animal de estimação vão além do amor e carinho que podemos oferecer. Levá-lo ao veterinário para cuidar da saúde, com exames e vacinas em dia, é fundamental para promover uma melhor qualidade de vida ao bichinho.

Você sabe qual a diferença entre urgência e emergência? Embora sejam palavras parecidas, elas têm um significado diferente quando se trata de levar o seu animalzinho de estimação ao veterinário.

A emergência é algo que precisa de atendimento imediato, aquilo que coloca a vida do pet em risco. São considerados casos de emergência: atropelamento, perda de memória, convulsões, hemorragia ativa, entre outros.

Já uma urgência é caracterizada por algo que precisa de cuidado veterinário, mas não de imediato, pois não coloca a vida do animal em risco naquele momento. Porém, pode evoluir para uma piora e se tornar um caso de emergência. Exemplos disso são tumores com feridas, icterícia e secreção na região genital das fêmeas.

Onde buscar atendimento

A cidade de São Paulo conta com três hospitais veterinários públicos, que oferecem gratuitamente atendimento clínico e cirúrgico aos animais dos munícipes, tendo como prioridade àqueles assistidos por programas sociais como Bolsa Família, Renda Mínima, Renda Cidadã ou outro equivalente.

Devido à grande demanda, os atendimentos nos hospitais veterinários municipais são realizados conforme disponibilidade de vaga, priorizando os casos de urgência e emergência conforme critério médico. Saiba qual a unidade veterinária pública mais próxima de você clicando aqui.

Quem puder e preferir pagar por um atendimento mais imediato, pode procurar por uma das diversas clínicas veterinárias particulares espalhadas pela cidade.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo reforça que, em tempo de campanha de vacinação para os humanos, também vale checar se a caderneta de vacinação dos cães e gatos está em dia. A capital paulista oferece vacinação contra a raiva de forma gratuita e ininterrupta durante todo o ano.

Fonte: Secretaria Especial de Comunicação/Prefeitura de São Paulo

Foto de topo: imagem ilustrativa

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários