GRÁTIS: Oficina literária ensina a arte dos contos para jovens

GRÁTIS: Oficina literária ensina a arte dos contos para jovens

Objetivo é estimular o apreço aos livros e à criação literária

O Brasil é um país no qual o hábito da leitura continua sendo desprezado.

Para se ter uma ideia, segundo a pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil” feita recentemente, 96% dos entrevistados que se declararam ‘não leitores’ disseram que não leem porque não tem tempo, não gostam ou não tem paciência.

Já aqueles que se disseram ‘leitores’ ressaltaram, entretanto, que a leitura vem depois de atividades como passeios, ver TV, ouvir música, acessar a internet, se reunir com amigos e familiares, assistir filmes e vídeos em casa, usar o aplicativo WhatsApp, entre outras atividades. Ou seja, mesmo aqueles que leem não consideram este hábito importante e o colocam no final da lista de prioridades.

Esse triste cenário mostra o quanto é urgente fomentar iniciativas que estimulem o apreço pelos livros e a leitura através de projetos como a Oficina Literária “EM CONTOS – Ideias, execuções e outros bichos” que acontece entre os dias 18 e 25 de setembro, em formato online, entre 13H e 16H.

Segundo o escritor e organizador, Plínio Camillo, a ideia principal é ensinar a arte das narrativas literárias curtas (contos), para jovens que tenham entre 15 e 18 anos incompletos.  

De acordo com ele, além de estimular o apreço pela literatura, a oficina tem como objetivo mostrar o quanto a prática da escrita e o estímulo à imaginação, à criação de histórias e personagens, pode favorecer a concentração mental em uma faixa etária muito apegada aos celulares, aos jogos e vídeos digitais que também tem feito mais ‘sucesso’ junto aos adolescentes e jovens do que a leitura.

Vale ressaltar que a oficina é totalmente GRATUITA.

 

Curso: EM CONTOS – Ideias, execuções e outros bichos
Público alvo: Jovens entre 15 e 18 incompletos
Número de vagas: 20
Datas/Horário: entre 18 e 25 de setembro das 13H às 16H
Acesso: Plataforma Zoom
Inscrições: clique aqui
Investimento – Gratuito

 

Sobre o autor

Teve a ideia de criar o Sobreviva em São Paulo, foi lá e fez. Jornalista, trabalha com social media e gosta de uns rolês roots. Acampa no mato, sobe montanha e vive na selva de pedra. Já quis ser detetive, salvar o mundo e fugir com os ciganos. Tem uma relação de amor e ódio com São Paulo, fica para ouvir músicos de rua e corre para nunca chegar atrasada.

Comentários