Crise hídrica: como reduzir o consumo de água usando produtos ecoeficientes

Crise hídrica: como reduzir o consumo de água usando produtos ecoeficientes

Por conta das crises hídricas que algumas regiões brasileiras têm enfrentado, economizar água é uma das principais preocupações na atualidade. A falta de chuva nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, onde estão concentradas as principais hidrelétricas, desperta nos brasileiros o alerta para um possível racionamento de água. O aumento das tarifas nas contas de água e energia se tornou realidade e impulsiona, ainda mais, a adoção de novas medidas que evitem o desperdício do recurso, como a aquisição pela população de dispositivos e equipamentos hidráulicos que regulem o gasto de água.

“É importante que as pessoas saibam que, além da mudança de hábitos simples, como banhos menos demorados e desligar a torneira ao escovar dentes e ao lavar a louça, optar por dispositivos hidráulicos econômicos para o banheiro, cozinha e jardim são grandes aliados contra o desperdício”, comenta Oswaldo Freire, gerente de mercado das categorias de louças e metais da Telhanorte Tumelero, maior rede varejista especializada em equipamentos e materiais de construção do país.

Pensando em contribuir para a melhoria desse cenário, o especialista revela algumas dicas que evitam o desperdício de água no dia a dia por meio de produtos ecoeficientes, que promovem o consumo racional e consciente da água.

Para o banheiro: um banho de 15 a 20 minutos gasta em média de 95 a 180 litros de água. Para evitar o desperdício, as dicas já conhecidas são desligar o chuveiro quando estiver se ensaboando e diminuir o tempo de permanência no banho. Mas se o chuveiro oferecer consumo inteligente de água, a economia será mais acessível. Facilmente encontradas no mercado, duchas com redutor ou restritor de vazão são eficientes para que o consumo de água nos banhos não seja exagerado e economizam até 80% de água. Os redutores ou restritores podem ser adquiridos também avulsos, para instalação em duchas diversas.

Outra dica está relacionada à escolha da descarga. Uma válvula de vaso sanitário é capaz de consumir até 20 litros de água em uma única vez, quando acionada por muito tempo. Para evitar esse desperdício, é necessário apertar a descarga apenas o tempo necessário. “Atualmente, também é possível recorrer a vários tipos de produtos economizadores, como as bacias com caixas acopladas com sistema Dual Flush de dois fluxos de descarga, de 3 e 6 litros, ou válvulas que restringem o fluxo em apenas 6 litros, independente do tempo de acionamento”, ressalta Freire.

Mais um ponto de atenção é em relação ao momento de escovar os dentes. Deixar a torneira aberta durante a escovação pode acarretar o desperdício de até 25 litros de água. Por isso, é muito importante abrir a torneira apenas após a escovação, além de utilizar torneiras economizadoras. Modelos ideias para esse objetivo são torneiras com acionamento automático, que interrompem sua vazão automaticamente. Esses modelos são muito encontrados em banheiros de estabelecimentos comerciais e alimentícios.

Para a cozinha: Na preparação dos alimentos e na lavagem de louças, deixar a torneira aberta o tempo todo é sinônimo de desperdício. Neste caso, a torneira pode gastar cerca de 12 a 20 litros de água por minuto. Além de manter a torneira fechada enquanto estiver ensaboando a louça ou fazendo outras atividades na cozinha, outro fator que evita o gasto excessivo é certificar se a torneira está bem fechada, caso contrário, o desperdício pode chegar a 46 litros por dia.

Uma boa opção para acabar com o desperdício de água em torneiras é utilizar um dispositivo economizador, solução que funciona como um registro: ao girar a fenda, é possível regular a saída de água e até fechar a passagem para eventual manutenção, promovendo economia de 50% de água. O produto também conta com uma “tela filtro”, que evita a passagem de resíduos que podem prejudicar o funcionamento da torneira.

Para procurar esses produtos indicados, os interessados podem acessar o site da Telhanorte (www.telhanorte.com.br) ou de sua loja de materiais de construção e equipamentos para casa de preferência.

Foto de topo: Divulgação/Press A Porter

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

 

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários