São Paulo realiza 1ª Expo Internacional Dia da Consciência Negra

São Paulo realiza 1ª Expo Internacional Dia da Consciência Negra

Evento estreante no calendário paulistano, a 1ª Expo Internacional Dia da Consciência Negra será realizada nos próximos dias 20, 21 e 22/11 (sábado, domingo e segunda-feira), no Pavilhão Oeste do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana), na Zona Norte da capital, com entrada gratuita.

Marcando o Dia (20/11) e o Mês da Consciência Negra, a Expo terá uma abordagem inédita para difundir a história e a cultura africana e afro-brasileira. Ao promover uma ponte entre passado, presente e futuro, o evento discutirá as raízes e permanências do racismo estrutural.

Além da exposição cultural, o evento trará especialistas e autoridades do Brasil e de outros países para debates sobre diversos âmbitos do racismo estrutural. Também haverá uma programação dedicada às potencialidades de negócios com países africanos.

“Vamos apresentar o protagonismo da população negra e as lutas travadas ao longo do tempo pela emancipação e pela liberdade plenas, contando a história que não está nos livros”, explica Adriana Vasconcellos, coordenadora da política pública “São Paulo, Farol de Combate ao Racismo Estrutural” e responsável pela curadoria da exposição.

A secretária municipal de Relações Internacionais, Marta Suplicy, explica que a política “São Paulo, Farol de Combate ao Racismo Estrutural” incidirá na formação de professores e na atuação das escolas da cidade de modo que se passe a formar pessoas não racistas. “A 1º Expo Internacional da Consciência Negra é parte disso, pois acontece para dar visibilidade à pauta antirracista desenvolvida em São Paulo”, pontua Marta.

A Expo ainda evidencia a intenção educadora também nas áreas de entretenimento voltadas ao público infantil, por meio de jogos e brincadeiras de raízes africanas e uma experiência de empoderamento da identidade negra.

Protocolos sanitários

De acordo com os protocolos sanitários vigentes, os visitantes com mais de 12 anos terão que apresentar comprovante do esquema vacinal completo contra a covid-19 para entrar no local. Aqueles que receberam apenas a primeira dose e menores de 12 anos deverão apresentar teste do tipo PCR negativo com até 48 horas de antecedência, ou antígeno realizado em até 24 horas antes do evento.

Programação

Confira a seguir a programação completa dos três dia da 1ª Expo Internacional Dia da Consciência Negra:

20/11 (sábado)

10h, Abertura Reconhecimento – Combate ao Racismo entre presente, passados e futuros com Irene Vida Gala, Elisa Lucas, Kenia Maria, Judith Morrison, Edna Roland, Adriana Vasconcellos e Marta Suplicy

11h30 Museus, Cultura e Educação – uma conversa entre o Museu Afro-Brasil e o Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana com Siméia Mello, Kendely Oliveira, Paul Gardullo e Dr. Dwandalyn Reece.

14h – Mesa 1 – Passado: Reescrever o passado, pensar o presente e imaginar futuros pela literatura com Lilia Schwarcz, Itamar Vieira e Rosane Borges

16h – Mesa 2 – Presente: Ocupando todos os lugares – raça, gênero e território no mercado de trabalho e na mídia com Mafoane Odara, Adalberto Neto, Urenna Best (Panamá) e Preto Zezé. Mediação de Thais Bernardes.

17h30 – Mesa 3 – Futuro: Empreender e reinventar: decodificando o futuro por uma perspectiva afrodiaspórica com Niousha Roshani (Costa do Marfim), Jaqueline Góis, Hélio Santos. Mediação de Adriana Vasconcellos

18h30 – V Prêmio Àse-Isese

19h Shows Xande de Pilares e Leci Brandão Rael convida Rashid, Drik Barbosa e Bixarte

21/11 (domingo)

10h – Mesa 4 – Passado: Resgatando e Preservando tradições africanas pela saúde, cultura e educação com Katiúscia Ribeiro, Leila Rocha e Oba Kabiesy Adekunle Aderonmu. Mediação de Joyce Ribeiro

11h30 – Justiça, racismo e sistema carcerário: dos velhos problemas aos desafios da Tecnologia com Babyi Querino, Roberto Tardelli e Dora Cavalcanti. Mediação de Eunice Prudente

14h – Mesa 5 – Presente: Cultura, Internet e Tecnologia no combate ao racismo e na garantia de direitos com Silvio Almeida, Neon Cunha, Egnalda Côrtes e Viviane Ferreira. Mediação de Joana Raphael (OMPIR, Niterói)

16h – Mesa 6 – Futuro: Abrindo outros caminhos: economia, sustentabilidade e políticas

Afrofuturistas com Nina Silva (Black Money), Armelle Cibaka (ICLEI), Roberto Rojas (OEA) e Katyna Argueta (PNUD). Mediação de Jonathan Raymundo

19h – Shows

Black Rio + Carlos Dafé – Show Gerson King Combo

Sandra de Sá e Dexter

22/11 (segunda-feira)

10h – Desenvolvimento – Perspectivas para uma economia antirracista com Natália Dias (Standar Bank), Luana Ozemela (Roots Fund), Rui Mucaje (Afrochamber) e Marta Suplicy (SMRI)

13h- Afrominuto Premiação em parceria com Secretaria Municipal de Educação

14h -Show Mc Sofia

15h -Webinário – possibilidades de intercâmbio no Canadá

16h -Premiação – Selo de Igualdade Racial 18

18h- Encontro de Tambores

19h- Bateria Escola de Samba

Fonte: Secretaria Especial de Comunicação/ Prefeitura de São Paulo

Foto de topo: Imagem ilustrativa/Freepik

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários