Feminine Hi-Fi, cultura jamaicana e empoderamento feminino

Feminine Hi-Fi, cultura jamaicana e empoderamento feminino

Na Feminine Hi-Fi, mulheres comandam a cultura sound system típica jamaicana

 

O trabalho da Feminine Hi-Fi, coletivo paulistano fundado em 2016 e composto apenas por mulheres, foca tanto na valorização do papel da mulher no contexto dos sistemas de som característicos da cultura jamaicana quanto na promoção da linguagem do reggae como expressão contra a opressão social vinda das questões de gênero.

O projeto já reuniu cerca de uma centena de mulheres em seus lineups Brasil afora e realizou incursões em eventos importantes da cena cultural nacional, como a Virada Cultural de São Paulo, o Mês da Cultura Independente, o SP na Rua, a residência artística latino-americana P.E.R.I.F.É.R.I.C.O, na Escola Sesc de Ensino Médio (RJ – 2016), e muitas outros. Em 2018, o projeto foi à Europa, realizando uma turnê de dois meses e passando por doze cidades de seis países (Alemanha, França, Itália, Suíça, Reino Unido e Espanha).

Além das conhecidas atividades de discotecagem, a Feminine Hi-Fi propõe e realiza atividades de estímulo ao aprendizado e compartilhamento de informações (bate-papos, workshops, exibição de documentários e oficinas) pelo Feminine Hi-Fi Lab, e conta com o selo Feminine Hi-Fi Tunes, dedicado à gravação, promoção e distribuição musical com foco nas vozes femininas do reggae.

Foto: Milena Camilotti

No mais, a Feminine Hi-Fi leva a música típica jamaicana ruas afora, incluindo regiões periféricas de São Paulo e outras localidades, cultivando a cultura sound system, com discotecagem baseada em vinil e caixas de som enormes e potentes. A seleção musical passa por todas as eras da música da Jamaica, com seleção feita 100% em discos de vinil, vindos das coleções pessoais das seletoras convidadas. As canções são interpretadas pelas singjays convidadas em cima das bases – ou riddins – dos próprios vinis, deslizando pelo lado B dos chamados “tunes”, ou singles.

O projeto recebe convidadas de maneira alternada, buscando dar espaço não apenas para quem já atua nesse cenário há algum tempo, como também – e principalmente – para quem começa a dar seus primeiros passos. A ideia é unir, reunir, incentivar e fundir conhecimento, alegria e aprendizado.

Para conhecer mais sobre o trabalho da Feminine Hi-Fi a acompanhar a agenda de eventos, curta a página oficial do coletivo no Facebook: facebook.com/femininehifi.

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis alterações nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. Ótima companhia pra uma cerveja gelada. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários