Mansão no Morumbi vira galeria de arte por 10 dias antes de ser destruída

Mansão no Morumbi vira galeria de arte por 10 dias antes de ser destruída

Um grupo de artistas e grafiteiros da capital paulista têm se encontrado por vários dias em uma mansão no Morumbi, que passou a ser chamada de Casa NFT, para exercitarem seu talento. O espaço virou uma galeria efêmera que deixará de existir no dia 15 de julho, mas antes, as obras serão registradas em arquivos digitais e comercializadas em NFTs.

A ideia veio dos empresários Alexandre Travassos e Rodrigo Loli, sócios da Muzer, que negociaram a utilização da mansão para o projeto diretamente com o dono da construtora que irá construir um condomínio de casas no local.

Na sequência, os idealizadores convidaram um grupo de artistas de São Paulo, que não hesitaram em comprar a ideia e topar o desafio sem cobrar nada por isso.

“A Casa NFT surgiu a partir do estudo do impacto dos NFTs em relação ao direito de propriedade de obras artísticas; desde imagens, músicas, fotos… Percebi que estava surgindo uma alta oferta de artes visuais produzidas digitalmente, mas não vi ninguém produzir artes físicas para serem digitalizadas. Pensei, inclusive, que seria interessante produzir uma arte física para ser destruída, após ser digitalizada, passando a existir apenas no digital” explica Alexandre Travassos.

A ideia geral é criar intervenções de artes visuais na casa inteira, que será demolida no próximo dia 15, digitalizar todas obras de variadas formas e, a partir dos arquivos digitais, gerar NFTs para venda e leilões de Cripto Arte.

É importante ressaltar que a Casa NFT não está aberta para visitação presencial. O grupo de artistas participantes da iniciativa é composto por mais de 30 nomes das artes visuais, como Binho Ribeiro (@binho3m), Henrique EDMX Montanari (@edmx.art), Fernando RV (@causap_otrazideia) e Filite (@filite_art), entre outros.

Foto de topo: Divulgação/Assessoria de Imprensa

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários