20 coisas que talvez você não sabe sobre a Avenida Paulista

20 coisas que talvez você não sabe sobre a Avenida Paulista

A Avenida Paulista é um símbolo da cidade de São Paulo, que dá fácil acesso ao transporte público e ciclovias, o que torna a região um grande e democrático espaço com as melhores opções de lazer para os moradores da cidade e turistas. Por isso, separei algumas coisas bem legais sobre ela, olha só:

1- A Avenida Paulista foi inaugurada em 8 de dezembro de 1891 graças ao engenheiro Joaquim Eugênio de Lima, tem uma rua pertinho do prédio da gazeta com o nome dele, você já viu?

2- Foi a primeira via pública de São Paulo a ser asfaltada em 1909, com material importado da Alemanha,  o que era uma novidade até na Europa e Estados Unidos. 

3- A Paulista não termina na Consolação, talvez poucos saibam, mas a via faz cruzamento com a Avenida Angélica e só acaba na Rua Minas Gerais. A diferença é que neste trecho, após a Rua da Consolação, não há mão dupla nem canteiro central.

4- O MASP foi inaugurado com a ilustre presença da Rainha Elizabeth II e do Príncipe Philip, em 7 de novembro de 1968. Os fundadores do museu, Assis Chateaubriand e Pietro Maria Bardi, acompanharam a visita, ao lado de Lina Bo Bardi, arquiteta ítalo-brasileira responsável pelo prédio e esposa de Pietro, e do então prefeito da cidade, José Vicente Faria Lima.

Masp

5- O Conjunto Nacional foi inaugurado em 1956, dizem que foi lá que surgiu o primeiro shopping center do Brasil. Desde 1976 funciona no alto do Conjunto Nacional, o relógio luminoso do Itaú, onde esteve instalado durante 16 anos o relógio da Willys.

6- O Réveillon na Paulista é realizado todos os anos, com  shows que atraem mais de 2 milhões de pessoas na virada do ano e uma queima de fogos de artifício dura cerca de 15 minutos.

7- A primeira Corrida de São Silvestre foi realizada em 1924, com patrocínio do jornal A Gazeta, do jornalista Cásper Líbero. Acontecia exatamente à meia-noite na virada do ano, mas depois passou a ser realizada no último dia do ano durante o dia.

8- A Parada do Orgulho LGBT começou  em 1997 na Avenida Paulista, com apenas 2 mil participantes no primeiro ano, e hoje são mais de 2 milhões de pessoas, sendo um dos maiores eventos do gênero no mundo.

9- A Casa das Rosas foi o último projeto do arquiteto Ramos de Azevedo, realizado no ano de 1928 e construído em 1935 para a sua filha, a casa foi concebida nos padrões do classicismo francês. 

10-  Hoje, só na avenida passam um milhão e meio de pessoas por dia. É o equivalente à população inteira de capitais como Recife, Porto Alegre e Belém.

11- É o endereço de mais de 20 consulados, entre eles o da Argentina, da Coreia do Sul, da África do Sul, da França, da Itália, da Bolívia, da Bolívia e da Índia.

12-  Serviu de cenário para uma minissérie que levava seu nome, que foi exibida em 1982 pela Rede Globo, e com Antônio Fagundes, Bruna Lombardi e Walmor Chagas no elenco, retratou o mundo dos negócios.

13-  Sede de 17 emissoras de rádio, a Paulista detém praticamente 25% do dial FM da cidade. Ironicamente, a região possui tantas antenas e sinais cruzados que fica praticamente impossível sintonizar alguma rádio por ali sem que haja interferência. 

14-  Inaugurado em 1962, o prédio da Fundação Cásper Líbero, ou Prédio da Gazeta como é mais conhecido, abriga as rádios Gazeta AM e FM, a Rede Gazeta de Televisão, o jornal A Gazeta Esportiva e a Faculdade Cásper Líbero. 

15- No final da década de 20, em abril de 1927, renomearam a avenida em homenagem ao governador Carlos de Campos. Este foi por cerca de três anos o nome da Paulista, mas como a troca não agradou aos paulistanos, a mudança foi desfeita no início dos anos 30.

16- O Parque Tenente Siqueira Campos, mais conhecido como Parque Trianon, foi inaugurado em abril de 1892 com a abertura da Avenida Paulista. O nome vem do Belvedere Trianon, um clube que ficava em frente ao parque, local onde hoje é o MASP.

17- A Japan House é um centro cultural focado em disseminar a cultura do Japão pelo mundo, está presente apenas em Los Angeles, Londres e em São Paulo, na Avenida Paulista. 

18- O primeiro McDonalds de São Paulo (segundo do Brasil, o primeiro foi no Rio de Janeiro) foi aberto da Avenida Paulista em 1981. 

19- O Clube Homs, tradicional espaço de eventos da comunidade síria, tem esse nome em homenagem à cidade da Síria, Homs, que foi totalmente destruída pela guerra no país.

20- Com mais de 200 mil moradores, se a Paulista fosse uma cidade, estaria entre as 150 maiores do Brasil, próxima de cidades como Praia Grande (245 mil habitantes) e Boa Vista (com 249 mil).

Sobre o autor

Desenvolvi a identidade visual do Sobreviva em São Paulo e criei o blog quando a página no Facebook tinha mais ou menos um ano. Atualmente, além de produzir contéudo para o blog e cuidar do back-end, tenho foco no gerenciamento dos perfis do Instagram e Pinterest. Sou graduado em publicidade e propaganda, pós graduado em gestão empresarial e marketing pela ESPM e trabalho em uma agência de publicidade.

Comentários