SP recebe a 10ª edição da Settimana della Cucina Regionale Italiana

SP recebe a 10ª edição da Settimana della Cucina Regionale Italiana

A capital paulista está prestes a exaltar mais uma vez as muitas cozinhas italianas. A décima edição da Settimana della Cucina Regionale Italiana ocorre em São Paulo, entre os dias 22 e 28 de novembro, e propõe uma viagem por sabores de todas as vinte regiões do país, revelando a amplitude e a riqueza culinária dos seus territórios e alimentando a miscigenação gastronômica da capital paulista.

Realizada pelo Consulado Geral da Itália em São Paulo, com apoio da Accademia Italiana della Cucina, a Settimana della Cucina Regionale Italiana procura levar ao público experiências à mesa inspiradas no modo de comer italiano, que divide a refeição em passos.

Como ocorreu em anos anteriores, 20 restaurantes da capital paulista preparam menus das 20 regiões da Itália, cada um deles representando os ingredientes, os sabores e a cultura gastronômica destas áreas.

No evento deste ano, a Settimana della Cucina Regionale Italiana recebe três chefs da Itália. Achille Pinna, da Sardegna, Claudio Rocchi, do Lazio, e Maurizio Morini, da Emilia-Romagna, que já participaram de outras edições, vão percorrer o grupo de restaurantes participantes, cozinhando a quatro mãos com seus respectivos líderes de cozinha.



O consulado, a Settimana e São Paulo

Para o Cônsul Geral da Itália em São Paulo, Filippo La Rosa, a Settimana se apresenta como uma excelente oportunidade para os paulistanos, e brasileiros em geral, se aproximarem ainda mais da Itália, avançando além dos estereótipos. Por essa razão, o Consulado Geral promove esta iniciativa em prol da cozinha, elemento crucial na cultura de um povo.

“A boa cozinha faz parte do dia a dia dos italianos. Ela começa no mercado, com uma escolha de ingredientes definida pelo que a terra produz em cada época do ano”, diz La Rosa. De acordo com o cônsul, a geografia e o clima acabam moldando o menu de cada território, uma característica estreitamente ligada à noção da saudável dieta mediterrânea. “Meu desejo é que o paulistano aprofunde o seu conhecimento sobre esta diversidade.”

La Rosa acredita que outra questão coloca São Paulo, uma cidade cosmopolita com fortes raízes italianas, no centro deste projeto, que nasceu antes mesmo do formato mundial, lançado em 2016 pelo Ministério das Relações Exteriores da Itália.

“Aqui, a Settimana mantém uma forte relação com a sociedade paulistana, que costuma se reunir em seus restaurantes.” Neste sentido, segundo ele, o evento se torna um estímulo para as pessoas, após o seu término, cozinharem pratos italianos. “Elas acabam vivenciando a experiência pela qual nós italianos passamos todos os dias”, afirma o cônsul, que criou a hashtag “#sanpaolomangiaItaliano” especialmente para o evento.

 

Piselli – Carne crua com gema de ovo frito e gotas de queijo gorgonzola
Johnny Mazzilli



Menus e receitas

Os menus dessa edição são compostos de três passos no almoço (antipasto, primo piatto ou secondo piatto e dolce) e quatro passos no jantar (antipasto, primo piatto, secondo piatto e dolce). Oito receitas, que englobam entradas, massas, risotos, carnes, peixes e sobremesas, estão disponíveis em cada um dos cardápios.

Os preços dos menus variam de R$ 89,00 a R$ 230,00, para o almoço; e de R$ 139,00 a R$ 360,00, para o jantar.

Os pratos do evento serão preparados pelas equipes de cozinha dos 20 restaurantes selecionados, que contaram com orientações transmitidas, da Itália, pelos autores das receitas servidas no evento – todos chefs com participações em números anteriores da Settimana. Essa parceria vai assegurar atenção aos ingredientes e aos detalhes dos preparos, propiciando que esses almoços e jantares reflitam fielmente os sabores de cada região.

A seleção de pratos teve a curadoria de Gerardo Landulfo, delegado da Accademia Italiana della Cucina em São Paulo e um dos idealizadores da Settimana. “Não foi uma tarefa fácil. Nosso acervo nestes dez anos de evento já ultrapassa mil receitas. Nas escolhas, procuramos balancear clássicos regionais com receitas mais difíceis de encontrar em São Paulo”, conta Landulfo.

Dentre os antipasti dos menus desse ano está, por exemplo, a Carne cruda con tuorlo d’uovo fritto e gocce di gorgonzola (Carne crua com gema de ovo frito e gotas de queijo gorgonzola), da região do Piemonte.

Na lista de primi piatti, constam, entre outros, a Chitarrina alla termolese (Massa longa, moldada nas cordas do ‘violão’, com frutos do mar), de Molise; e a Lasagne alla bolognese (A receita original com lasanha verde, ragu de carnes mistas e molho bechamel), da Emilia-Romagna.

No rol de secondi piatti figuram receitas como a do Baccalà in salsa alla pizzaiola e spuma di patate (Bacalhau com molho de tomate e ervas e creme de batata), da Basilicata; e o Capretto in due cotture al Cannonau, taccole, fave e carote (Cabrito assado ao forno e depois cozido lentamente com vinho tinto sardo, guarnecido de ervilhas-tortas, favas frescas e cenoura), da Sardegna.

No momento doce que encerra a refeição, há preparos como o dos Cannoli siciliani, doce mais famoso da Sicilia, feito com massa crocante recheada de ricota.



Confira os 20 restaurantes participantes e as regiões italianas representadas:

Attimo Per Quattro – Abruzzo (www.attimorestaurante.com.br)
Ristorantino – Basilicata (www.ristorantino.com.br)
Casa Santo Antônio – Calabria (www.casasantoantonio.com)
Vinarium Antica Trattoria – Campania (www.instagram.com/vinariumrestaurante)
Luce Trattoria – Emilia-Romagna (www. luce.com.br)
Borgo Mooca –  Friuli-Venezia Giulia (www.instagram.com/borgomooca)
Sughetto – Lazio (www.sughetto.com.br)
anto Colomba – Liguria (www.santocolomba.com.br)  
Lido Amici di Amici – Lombardia (www.lidobar.com.br)
Pina – Marche (www.instagram.com/pina.restaurant)
Picchi – Molise (www. restaurantepicchi.com.br)
Piselli Jardins – Piemonte -(www.piselli.com.br/piselli-jardins/)
Zena Caffè – Puglia (http://www.zenacaffe.com.br/)
Supra di Mauro Maia – Sardegna (www.supracucina.com.br)
Mezza Luna – Sicilia (www.instagram.com/mezzalunajardins)
Sensi Gastronomia – Toscana (www.sensigastronomia.com.br)
Tre Bicchieri – Trentino-Alto Adige (www.trebicchieri.com.br)
Maremonti Trattoria & Pizza – Unidade Campo Belo – Umbria (www.maremonti.com.br)
Alto Pizza e Cucina – Valle d’Aosta (www.dguests.com/altopizzaecucina)
Trattoria – Veneto (www.fasano.com.br/gastronomia/trattoria)

Para mais informações sobre os restaurantes participantes, menus e preços, consulte o site: www.settimanacucinaitaliana.com.

 

Imagem em destaque:Supra di Mauro Maia – Cabrito assado ao forno e cozido lentamente com vinho tinto sardo, ervilhas-tortas, favas frescas e cenoura – Foto Johnny Mazzilli

Sobre o autor

Teve a ideia de criar o Sobreviva em São Paulo, foi lá e fez. Jornalista, trabalha com social media e gosta de uns rolês roots. Acampa no mato, sobe montanha e vive na selva de pedra. Já quis ser detetive, salvar o mundo e fugir com os ciganos. Tem uma relação de amor e ódio com São Paulo, fica para ouvir músicos de rua e corre para nunca chegar atrasada.

Comentários