Estação Vila Sônia do metrô já está funcionando

Estação Vila Sônia do metrô já está funcionando

O Governador de São Paulo, João Doria, entregou ontem (17) à população a estação Vila Sônia do Metrô, que vai possibilitar o funcionamento de um novo trecho de 1,5 km da Linha 4-Amarela. A nova estação corresponde a uma das extremidades da Linha 4-Amarela, que tem a outra extremidade na estação da Luz.

A estação foi construída em um complexo com terminal de ônibus e, segundo o governo estadual, vai atender a 86 mil pessoas por dia.

A população já está utilizando a nova estação das 10h às 18h de hoje (18). O mesmo horário será mantido na próxima semana, sem cobrança de tarifa. Esse formato é chamado de Operação Assistida, executada com objetivo de aperfeiçoar o funcionamento de equipamentos e sistemas da estação e do novo trecho da linha. A operação será ampliada gradativamente, para funcionar diariamente das 4h40 à 0h, dentro do padrão do restante da rede do Metrô. Já o terminal de ônibus deverá atender aos passageiros a partir do funcionamento integral da estação.

A estação Vila Sônia tem entrada principal na Avenida Professor Francisco Morato, n° 3.990, enquanto o acesso secundário fica no lado oposto da via (nº 4.001). Ela também poderá ser acessada pelo terminal de ônibus, que tem entrada pela Rua Heitor dos Prazeres, e por uma passarela sobre a Avenida Eliseu de Almeida, cuja entrada está nesta mesma avenida, esquina com a Rua Doutor Ulpiano da Costa Manso.

Foto: Flickr/Governo do Estado de São Paulo

 

Com 17 mil m² de área construída em 29 metros de profundidade, a nova estação tem nove pavimentos entre acessos, mezanino, bilheterias, áreas de cabos e salas técnicas, além das duas plataformas laterais com 138 metros cada. A estação conta com 20 escadas rolantes, 12 fixas, quatro elevadores e uma plataforma elevatória. A acessibilidade também é composta por piso tátil e elementos antiderrapantes nos degraus. Há também quatro sanitários públicos, sendo dois acessíveis, e portas automáticas nas plataformas.

Já o terminal de ônibus foi construído com um acesso subterrâneo exclusivo para que os ônibus que vêm pela Avenida Francisco Morato (sentido Taboão-Centro) não precisem parar em semáforos para cruzar a via, agilizando a chegada. O terminal está no nível da rua, sobre a estação e o estacionamento de trens do Pátio de Manutenção Vila Sônia, possuindo ligação direta para a estação através de nove escadas rolantes, nove fixas e quatro elevadores.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Foto de topo: Flickr/Governo do Estado de São Paulo

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários