Acessibilidade no Lollapalooza Brasil 2020

Acessibilidade no Lollapalooza Brasil 2020

Realizando sua 9ª edição nos dias 3, 4 e 5 de abril deste ano, o Lollapalooza Brasil é um festival para todos as tribos. Portanto, além da questão musical, a organização do festival se preocupa com o cuidado e a recepção a todos os tipos de público, incluindo PCD (pessoas com deficiência) e pessoas com mobilidade reduzida. Assim, o LollaBR faz questão de deixar claros todos os cuidados que têm com esses públicos específicos.

Tendo como fonte o site oficial do evento, o Sobreviva em São Paulo descreve abaixo as principais informações para quem é PCD ou tem mobilidade reduzida poder curtir o festival ao máximo. Olha só:

Pessoa com deficiência paga meia-entrada?

De acordo com a Lei Federal 12.852 (Estatuto da Juventude) e 12.933 de 2013, tem direito à compra com o benefício de meia-entrada de até 40% do total de ingressos disponíveis para cada evento os seguintes beneficiários: deficientes e um acompanhante cada, estudantes e jovens de baixa renda. Sendo assim, basta selecionar o ingresso intitulado como PCD, caso adquira seu ingresso pela internet (com taxa de conveniência) ou apresentar o documento comprobatório da condição, em caso de compra na bilheteria oficial ou ponto de venda credenciado.

Acesso ao evento

A pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida deverá acessar o festival através do Portão 07 do Autódromo e procurar pelo Supervisor do portão, que irá providenciar um brigadista para acompanha-la até o primeiro palco. Se houver necessidade, o transporte será realizado por meio de uma cadeira de rodas. Vale ressaltar que a as cadeiras de rodas estarão disponíveis apenas para o percurso entre o Portão 07 e o primeiro palco. Em caso de necessidade, a pessoa deverá comparecer ao evento com sua própria cadeira de rodas para circular internamente.

Dentro do festival

O local permite a circulação de cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. Próximo aos palcos, há um espaço exclusivo para o PCD assistir aos shows. Os caminhos acessíveis incluem estacionamento, entradas, banheiros químicos para PCD e outras áreas. Também haverá o parceiro Kitlivre, que disponibiliza triciclos motorizados gratuitamente para a pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida circular com maior comodidade pelo festival. Porém, o equipamento possui quantidade limitada e estará sujeito à disponibilidade. Os espaços do Lolla Lounge também são acessíveis.

Cão-Guia

É permitido à pessoa com deficiência usuária de cão de assistência acessar e permanecer durante todo o festival com o animal ( Lei nº 11.126, de 2005). Somente cão-guia que seja adequadamente treinado e sob o devido cuidado de seu proprietário terá o acesso permitido ao evento. Durante toda a sua permanência no festival, o cão-guia deverá estar acompanhado da pessoa com deficiência, mantido com a guia e sob controle. Deverão ser apresentados a identificação e o atestado de sanidade do animal, o comprovante de seu registro em escola de cães-guia vinculada à Federação Internacional de Cães-Guia, além do comprovante pessoal de treinamento do usuário. A organização do Lollapalooza Brasil ainda deixa claro que qualquer pessoa que leve seu cão guia será responsável por qualquer dano ou lesão causada pelo animal.

Recarga de cadeiras de rodas elétricas

É possível recarregar cadeiras de rodas motorizadas no Lounge PCD (próximo ao Portão 07). Para isso, basta portar todos os cabos e acessórios necessários.

Espaço PCD para assistir aos shows

Próximo a cada palco haverá um espaço adequado para a pessoa com deficiência e ou mobilidade reduzida permanente/temporária assistir aos shows. O local dispõe de assentos para pessoas com mobilidade reduzida, apresenta uma plataforma onde cadeiras de rodas podem circular normalmente, além de divisória para um maior conforto do PCD. Cada PCD pode acessar o local com 1 acompanhante, no entanto, caso haja uma demanda acima do esperado, pode ser solicitado ao acompanhante que ceda seu lugar a um PCD. Não é permitido fumar no local, não há reserva de assentos ou espaço se a pessoa com deficiência e seu acompanhante não permanecerem durante todo o show no local. É importante que toda pessoa com deficiência adquiria o ingresso intitulado como PCD, para que a organização do evento possa dimensionar esses espaços de forma adequada.

Estacionamento

A compra do ticket do estacionamento é disponível com antecedência pela internet e limitada à capacidade do estacionamento. Sendo assim, a organização recomenda que a pessoa com deficiência adquira seu ticket com antecedência. Portando o ticket de estacionamento, basta a pessoa se dirigir ao Portão 07, que contará com vagas para PCD (desde que o veículo esteja devidamente identificado como PCD).

Caso você tenha uma ou mais dúvidas sobre acessibilidade e recepção à pessoa PCD que não foram esclarecidas acima, é possível entrar em contato com a organização do Lollapalooza Brasil pelo e-mail [email protected].

Vale lembrar que o Lollapalooza Brasil 2020 ainda está com ingressos à venda pelo site www.lollapaloozabr.com e na bilheteria oficial, que não tem taxa de conveniência (UnimedHall: Av. das Nações Unidas, 17955 – Santo Amaro). Os interessados ainda podem garantir ingressos com 45% de desconto por meio da Entrada Social até 31 de janeiro. Ah, e se você ainda não decidiu em qual dia vai ao festival, relembre o line-up dividido por dia clicando aqui.

Fonte: Lollapalooza Brasil

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até esta data.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. Vive uma relação de amor e ódio com São Paulo. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários