5 benefícios que a prática de fazer trilhas proporciona

5 benefícios que a prática de fazer trilhas proporciona

Fazer trilhas é uma das atividades mais procuradas por quem gosta, quando possível, de sair totalmente da rotina urbana e viver novas emoções e aventuras em outros ambientes, mesmo que por poucas horas.

Seja para quem procura lazer em trilhas curtas ou fáceis de fazer, ou para aqueles que gostam de se aventurar em trilhas mais longas ou difíceis, há diversas opções de trilhas para se fazer em todo o Brasil. Mas você já parou pra pensar quais são os principais benefícios que as trilhas trazem para seus praticantes?

A fim de inspirar você a fazer uma trilha quando seu tempo permitir, o Sobreviva em São Paulo te mostra 5 dos principais benefícios proporcionados pela prática de trilhas:

1 – Você entra em contato direto com a natureza

Fazer trilha é uma das melhores maneiras de curtir o contato direto com a  natureza e ficar ao ar livre, respirando um ar muito mais puro do que o das grandes áreas urbanas. Árvores, matas, pedras e montanhas costumam compor cenários bastante comuns para os trilheiros. E em todo o Brasil há lugares famosos exatamente por ter esses cenários inspiradores, muitos deles acessíveis por trilhas.

2 – Você pode fazer novos amigos

Muitas trilhas guiadas são feitas por grupos liderados por um monitor ou guia, e durante o caminho é natural as pessoas do grupo conversarem e se conhecerem, às vezes trocando figurinhas sobre trilhas realizadas e outros assuntos afins. Que tal pegar o contato dos novos amigos para planejarem a próxima trilha juntos? Mas se você prefere passear ou viajar com seu próprio grupo de amigos, fazer uma trilha pode ser uma oportunidade para estreitar a amizade e colecionar mais histórias para vocês conversarem naqueles gostosos papos entre amigos.

3 – Fazer trilha é uma forma de se desafiar

Se você é daquelas pessoas que adoram sair da zona de conforto e se desafiar, fazer uma trilha é um ótima pedida! Será que você consegue fazer uma trilha inteira sem se cansar muito? Será que consegue passar por todos os obstáculos que uma trilha mais difícil pode oferecer? Será que aguenta um calor mais forte ou um frio mais rígido durante uma trilha? Só tentando pra saber…

4 – Você conhece novos lugares

Muitas trilhas são feitas em lugares distantes dos grandes centros urbanos, como em cidades circundadas pela natureza (mata, montanhas etc.) ou em cidades e vilarejos que talvez nem tenham tantos elementos da natureza, mas apresentam paisagens históricas que são uma verdadeira viagem ao passado. Em todos os casos, viajar para fazer uma trilha pode significar conhecer uma cidade nova, que muitas vezes pode ter uma cultura consideravelmente diferente da que estamos acostumados.

5 – Você faz atividades físicas

Para fazer uma trilha – principalmente aquelas que são mais longas, cheias de obstáculos ou íngremes – é necessário ter certo preparo físico. Não é todo mundo que aguenta com facilidade ficar mais de uma hora andando sem parar ou com poucas paradas. Porém, ao mesmo tempo que fazer uma trilha exige esforço físico, estamos exercitando nossas articulações, estimulando a circulação sanguínea e, em muitos casos, fortalecendo nossa musculatura. Mas vale o alerta: nunca se deve exagerar no esforço físico, principalmente quem não pratica atividades físicas frequentemente e não conhece seus limites físicos e corporais. Assim, evita-se lesões e dores indesejadas.

Independente de qualquer coisa, alguns conselhos são sempre válidos para quem vai fazer uma trilha: antes de iniciar a aventura, é recomendável alimentar-se bem, levar consigo uma garrafinha de água, algo para comer (principalmente se a trilha for longa) e usar roupas e calçados apropriados para a ocasião. No calor, roupas mais leves, chapéus ou bonés e óculos escuros, além de protetor solar, se tornam aliados para minimizar as consequências da exposição prolongada ou intensa ao sol; e no período de frio mais forte, um belo agasalho, cachecol e gorro podem amenizar a sensação causada pela temperatura baixa.

Para saber mais sobre o mundo das trilhas e dos trilheiros e conhecer possíveis destinos para sua próxima (ou primeira) trilha, acesse https://trilhasconectam.com.br.

Foto de topo: Imagem ilustrativa/Pixabay

 

Observação: o Sobreviva em São Paulo não se responsabiliza por possíveis mudanças nas informações acima, que são válidas até a data de publicação.

Sobre o autor

Publicitário, especializado em Marketing e Comunicação Integrada. Amante da vida, encantado por pessoas e suas singularidades. Fã inveterado de filmes de terror, ouvinte assíduo de música jamaicana e rock pesado. E, claro: Vai, Corinthians!

Comentários